Sexta-feira , Setembro 22 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Luis Silva muito critico com a organização da Falperra
Luis Silva muito critico com a organização da Falperra

Luis Silva muito critico com a organização da Falperra

 “Não havia condições de segurança, a prova deveria ter sido interrompida”

 

A segunda prova do Campeonato Nacional de Montanha foi disputada sob chuva e teve um boicote dos pilotos do Campeonato da Europa FIA. Apesar de novo pódio na Categoria 3, Luís Silva critica a atuação da organização.

 

A chuva dificultou a tarefa dos pilotos na famosa Rampa da Falperra mas a organização do Clube Automóvel do Minho não esteve à altura das exigências de uma prova do Campeonato da Europa, levando a um boicote dos concorrentes do Europeu que alegaram falta de condições de segurança e que não disputaram a suas subidas no domingo.

Ao volante do BMW M3 E30, Luís Silva conseguiu um positivo 3º lugar da Categoria 3 (2º lugar do Grupo E1-C) mas considera que os pilotos portugueses deveriam ter imitado os seus congéneres estrangeiros.

 

“O resultado desportivo é acima das expectativas porque não contava terminar no pódio. Mas atendendo às condições da pista e à falta da segurança, a prova deveria ter sido interrompida. Além disso, existiram acidentes que não levaram à repetição da subida para os pilotos prejudicados, algo que contraria os regulamentos. Temos uma organização que não cumpre os regulamentos e que não garante a segurança dos pilotos, portanto é algo que devemos apontar para que não se repita. Devo também dizer que faltou união entre os pilotos do Campeonato Nacional, ao contrário do que aconteceu com os pilotos estrangeiros que decidiram em unanimidade que não iriam aceitar esta falta de condições”, afirmou o piloto de Famalicão.

 

Luís Silva e o plantel do CNM disputarão agora a terceira prova da temporada na Rampa da Covilhã – Serra da Estrela, de 28 a 29 de Maio.

 

Scroll To Top