Quinta-feira , Junho 21 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Marco Silva estreia-se a vencer 
Marco Silva estreia-se a vencer 

Marco Silva estreia-se a vencer 

Cinco primeiros separados por 1m35s após 223 quilómetros cronometrados

Com mais de três dezenas de concorrentes o Troféu Can-Am Maverick disputou este fim de semana, na Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, a sua quarta jornada. A dupla Marco e João Silva conseguiu superiorizar-se após um duelo renhidíssimo e vencer pela primeira vez, subindo ao 2º lugar desta competição que continua a ser liderada por João Monteiro.

O Troféu Can-Am Maverick voltou a ser superdisputado e após 223 quilómetros cronometrados os cinco primeiros classificados terminaram se parados por 1m35s.  No Sábado, cumprido o prólogo e um setor seletivo de 76 quilómetros era João Dias quem liderava a corrida seguido a 19 segundos pelo seu companheiro de equipa Pedro Carvalho. No 3º lugar, a 54s, coloca-se Vitor Santos seguido no mesmo minuto nada menos do que por mais nove Can-Am Maverick. Impressionante.

Luís Portela de Morais, Lourenço Rosa, Marco Silva, Pedro Grancha, João Monteiro, David Tubarão, Ivo Nogueira, Ricardo Domingues e Luís Cidade estavam todos na luta pela vitória e mais seis pilotos encaixavam-se no minuto seguinte entre os quais o consagradíssimo Ruben Faria.

No dia seguinte disputou-se a segunda etapa onde os concorrentes tiveram de cumprir um troço com quase 140 quilómetros. Marco Silva começou por ser o mais rápido seguido de Ivo Nogueira e Gonçalo Guerreiro que com os seus 17 anos é o mais jovem dos concorrentes. As diferenças entre os primeiros iam-se estreitando.

Com o passar dos quilómetros as alterações sucediam-se. João Dias é forçado a parar e só retoma a corrida cerca cinco minutos depois. A 50 quilómetros do final é já Marco Silva quem assume a liderança se bem que apenas com escassos 8 segundos de vantagem para Vitor Santos. Pedro Carvalho estava a24s, João Monteiro a 35s e Ivo Nogueira a 1m09s. Em CP4 era, todavia, o seu irmão Henrique Nogueira o mais rápido sem, contudo, influir na classificação já que partira muito atrasado.

Na ponta final desta baja e com os primeiros a manterem as posições relativas destaca-se o abandono de Pedro Carvalho por acidente e a subida ao quinto lugar por parte de Ruben Faria autor de uma excelente recuperação.

Na classificação final seguiram-se Luís Cidade, David Tubarão, Nuno Fontes, Ricardo Domingues e Lourenço Rosa, com este último trio separado por nove segundos.

 

Scroll To Top