Quinta-feira , Novembro 23 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Médicos e enfermeiros treinam técnicas de socorro
Médicos e enfermeiros treinam técnicas de socorro

Médicos e enfermeiros treinam técnicas de socorro

Seguindo a velha máxima de que “mais vale prevenir do que remediar” a equipa de médicos e enfermeiros, que vai colaborar em mais uma edição do Rali Vinho da Madeira, juntou-se para uma formação, com o objetivo de rever procedimentos básicos de socorro avançado em vítimas encarceradas.

Na verdade, todos esperam que os acidentes não aconteçam, mas o melhor é ter a lição bem estudada, para colocarem em prática os ensinamentos que já sabem.

No caso do rali, o material específico que os pilotos usam, bem como as particularidades da viatura, completamente diferente de outros veículos, obrigam a uma chamada de atenção especial e, sobretudo, a uma formação prática, aberta também aos chefes de segurança, que estarão na estrada e que são dos primeiros a chegar ao local.

“Alguém sabe como abrir um cinto de segurança em carros de rali? Sabiam que têm de desligar o sistema de comunicação associado ao capacete? E o sistema Hans? (Head and neck system – Capacete dos pilotos que ajuda a proteger muito bem a cabeça e o pescoço)”.

dsc06293.jpg

Estas foram algumas questões que se ouviram logo no início da formação e que suscitaram de imediato a atenção dos participantes. Não há dúvidas de que esta equipa médica sabe quais as técnicas a utilizar, por exemplo, para imobilização do eixo crânio / vertebral de uma vítima. Mas qual a melhor forma de o fazer num cenário de rali? Como proceder à extração de um piloto ou co-piloto acidentados, tendo em conta que há muito pouco espaço de manobra num carro de rali? E qual o papel dos veículos de desencarceramento e como agir em equipa?

Estas e outras dúvidas foram explicadas no Madeira Tecnopolo, primeiro de uma forma teórica e, depois, recorrendo à prática, através de simulações com a ajuda do Toyota Yaris dos irmãos Ferro. Os Bombeiros Municipais do Funchal também deram uma ajuda preciosa, deslocando-se ao local com uma viatura de desencarceramento, mostrando o material e explicando os principais procedimentos, tudo de acordo com as normas e os critérios internacionais de segurança e socorro.

dsc06305.jpg

 

Scroll To Top