Quinta-feira , Dezembro 14 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Melbourne amarga nas aspirações da Haas F1 Team
Melbourne amarga nas aspirações da Haas F1 Team

Melbourne amarga nas aspirações da Haas F1 Team

A Haas F1 Team abordou a primeira ronda do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 com bastante optimismo. Infelizmente, o segundo Grande Prémio da Austrália da equipa deixou-a desapontada depois de ter sofrido dois abandonos, com os pilotos Kevin Magnussen e Romain Grosjean.

 

O optimismo era justificado pela forma de Grosjean, que assegurou o sexto lugar na qualificação, realizada no dia anterior. Foi a melhor performance da Haas F1 Team, em vinte e duas qualificações, desde há um ano no Grande Prémio da Austrália. O tempo realizado por Grosjean no circuito de 5,303 quilómetros e dezasseis curvas evidenciou a velocidade do VF-17 e, muito embora Magnussen se tenha qualificado apenas em décimo sétimo por ter saído em frente na sua volta mais rápida, também ele sentiu o potencial do segundo carro da Haas F1 Team.

 

Grosjean usou esse potencial a seu favor no início da corrida, mantendo atrás de si e, depois, afastando-se do Toro Rosso de Carlos Sainz. O aperto da primeira curva permitiu a Felipe Massa ultrapassá-lo, mas Grosjean rapidamente prosseguiu a corrida em sétimo. Uma fuga de água acabou por prejudicar Grosjean, enviando-o para as boxes quando estavam completadas treze voltas.

 

O primeiro golpe de azar de Magnussen ocorreu logo na primeira volta, quando um contacto com o Sauber de Marcus Ericsson enviou-o para a gravilha da Curva 3. Magnussen conseguiu ultrapassar a escapatória, regressando à pista, apesar de ter danos na asa dianteira do seu carro, que o obrigaram a passar pelas boxes. Com uma nova asa e pneus frescos, Magnussen regressou à corrida, mas muito atrasado. A onze voltas da bandeirada de xadrez, uma dificuldade com a suspensão, provavelmente decorrente do acidente que protagonizou com Ericsson, forçou Magnussen ao abandono.

 

Sebastian Vettel venceu o Grande Prémio da Austrália, batendo enfaticamente o tricampeão mundial Lewis Hamilton. Vettel deixou o piloto da Mercedes a 9,975s. Foi a primeira vitória de Vettel e da Scuderia Ferrari desde o Grande Prémio de Singapura de 2015. Esta foi a quadragésima terceira vitória de Vettel na Fórmula 1 e a sua segunda em Albert Park.

 

A Fórmula 1 terá agora um fim-de-semana de folga para regressar à acção no Grande Prémio da China, que se realiza no Circuito Internacional de Xangai no próximo dia 9 de Abril.

 

João Bica

 

 

Scroll To Top