Segunda-feira , Maio 29 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Miguel Oliveira focado no desenvolvimento da sua moto
Miguel Oliveira focado no desenvolvimento da sua moto

Miguel Oliveira focado no desenvolvimento da sua moto

Depois de um fim-de-semana difícil em Termas de Rio  Hondo, Miguel Oliveira está em Jerez de La Frontera para participar na quarta prova do  campeonato do mundo de Moto GP na categoria de Moto 3. O piloto português foi  forçado ao abandono, no momento do arranque da corrida do GP da Argentina, mas  em Andaluzia, tanto Miguel Oliveira como a sua equipa técnica, querem “virar a página”  e lutar novamente pelos lugares cimeiros da classificação.  “O circuito de Jerez é um traçado em que todas as equipas dispõem de muitos dados  para afinação das motos. Os últimos testes IRTA que aqui fizemos vão permitir começar  da base com que terminámos antes da primeira corrida do Qatar.” começa por adiantar  o piloto português, focado no desenvolvimento da MGP3O.

Com três corridas realizadas até ao momento, o piloto da equipa indiana esteve em  destaque na ronda de abertura no Qatar onde lutou abertamente pela vitória e ficou a  milésimos do pódio, mas no Texas e na América do Sul lutou com argumentos inferiores  face a uma concorrência que continua a evoluir as suas motos. ‘A última corrida foi  completamente desastrosa por uma falha mecânica na embraiagem que já foi possível  encontrar uma solução, mas que me deixou numa situação muito crítica na grelha de partida.” explica o jovem da Charneca da Caparica. “Comparativamente ao ano passado  a Mahindra está mais competitiva e esperamos aqui, que com as soluções encontradas  para os problemas que temos tido nas últimas corridas, possamos estar ainda mais  competitivos.”

A quarta prova do campeonato é a primeira prova do ano em solo europeu num dos  mais carismáticos circuitos do campeonato e onde normalmente acorrem muitos  adeptos portugueses. O circuito de Andaluz tem um traçado de 4.423 metros na sua  configuração para o mundial de velocidade e sofreu a sua última remodelação em 2002.
No seu desenho encontramos 5 curvas para a esquerda e 8 para a direita, com a reta  mais extensa a ter 607 metros num total de 23 voltas. “Como sempre vou dar o meu  máximo para estar na frente” remata o jovem piloto português que treinará amanhã  pelas 08h00 e as 12h10, hora portuguesa.

 

Scroll To Top