Terça-feira , Outubro 17 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / MRacing ambiciosa no Rali de Marrocos
MRacing ambiciosa no Rali de Marrocos

MRacing ambiciosa no Rali de Marrocos

Equipa pronta para seis dias de competição muito intensos

A MRacing Portugal regressa ao continente africano para participar no Rali de Marrocos, a penúltima prova da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno. Entre os próximos dias 4 e 10 de Outubro, a estrutura portuguesa vai preparar e manter a Toyota Hilux com que Alejandro Martins e Manuel Porém vão enfrentar as exigentes pistas de TT daqueles país.

A formação lusa que tem o número 329 entra em competição numa prova que conta com uma lista de inscritos de luxo. A ambição dentro da equipa nacional é grande e o principal objectivo é obter o melhor resultado possível e dar continuidade à aprendizagem adquirida em participações anteriores. Um rali como este tem especificidades diferentes das bajas que se correm na Europa e representa um grande desafio para pilotos e técnicos.

“O Rali de Marrocos é uma prova que, para além de ser pontuável para a Taça do Mundo e contar com uma excelente lista de inscritos, obriga a uma abordagem diferente. Nós vamos participar com o intuito de obter o melhor resultado possível. O Alejandro (Martins) e o Manuel (Porém) vão continuar a aprendizagem para pilotar nas dunas e todos esperamos conseguir superar os desafios que uma corrida com tantos dias de extensão e desafios coloca a todos”, disse o director desportivo da MRacing Portugal, Manuel Russo.

Alejandro Martins regressa a Marrocos pelo quarto ano consecutivo. O piloto da Toyota Hilux não esconde a ambição que o motiva para esta prova. “Para nós, desta vez chegar ao fim não é suficiente. Sempre que participei consegui fazê-lo. Um excelente resultado seria ficar entre os dez primeiros. Se tudo correr normalmente, estará ao nosso alcance. É um objectivo possível de se realizar embora seja muito difícil. A lista de inscritos é de luxo. Se ficarmos noutra posição qualquer, importa apenas terminar. É preciso ter em conta que esta é uma prova diferente do que estamos habituados no campeonato nacional. Vai ser extremamente exigente para as máquinas. Vamos partir com calma e pensar que temos 2500 quilómetros e cinco etapas pela frente”, afirmou o piloto.

Ao lado de Alejandro Martins vai estar Manuel Porém, dupla que reedita uma participação anterior nesta prova da Taça do Mundo. “Não vou correr com o meu co-piloto habitual, o José Marques. É a segunda vez que vou competir com o Manuel Porém. Vai correr tudo bem. Quanto à equipa, estamos todos optimistas”, concluiu.

O Rali de Marrocos começa, a nível competitivo na próxima quinta-feira, dia 5 de Outubro, e apresenta um percurso com 2570,5 quilómetros, dos quais 1955 km são contra o cronómetro. São cinco sectores selectivos e um prólogo.

As etapas do Rali de Marrocos
Fès
Prólogo (quinta-feira, dia 5) – 12,16 km cronometrados
Fès – Erfoud
Especial nº 1 (sexta-feira, dia 6) – 367,18 km cronometrados + 460,39 km de ligação
Erfoud – Ergchebi
Especial nº 2 (sábado, dia 7) – 354,45 km cronometrados + 24,44 km de ligação
Cap à l’Ouest
Especial nº 3a (domingo, dia 8) – 435,11 km cronometrados + 17,8 km de ligação
Especial nº 3b (domingo, dia 8) – 142,79 km cronometrados
Dunes et Cap à l’Ouest
Especial nº 4a (segunda-feira, dia 9) – 191,56 km cronometrados
Especial nº 4b (segunda-feira, dia 9) – 263,51 km cronometrados + 26,97 km de ligação
Erfoud
Especial nº 5a (terça-feira, dia 10) – 179,5 km cronometrados + 43,91 km de ligação
Especial nº 5b (terça-feira, dia 10) – 8,65 km cronometrados

 

Scroll To Top