Quinta-feira , Agosto 17 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Muita emoção e animação no Estoril
Muita emoção e animação no Estoril

Muita emoção e animação no Estoril

Mais uma corrida emotiva até ao final e novamente os protagonistas foram João Macedo e Silva (Porsche 911) e Joaquim Jorge (Ford Escort).

Macedo começou na frente, pouco depois era a vez de Joaquim Jorge assumir o comando da prova. Um pouco mais atrás vem Rui Azevedo (Ford Escort).

O segundo grupo é comandado por  Domingos Sousa Coutinho (BMW 3.0 Csi).

À segunda volta Veloso Amaral vê o Clan Cruzader pegar fogo… pela terceira vez este fim-de-semana.

Macedo e Silva está de novo no comando da prova. Joaquim Jorge anda a 13 milésimas. Rui Azevedo é o espectador mais atento desta luta, cinco segundos mais tarde.

Nos 1300 José Fafiães (Datsun 1200) é o líder colocado na sexta posição da geral.

À quinta volta Jorge Guimarães vê o motor do Volvo 121s partir e fica pelo caminho na curva 2.

José Filipe Nogueira (Morris 1275 GT) desiste na sequência de um pião na curva VIP.

Na frente da corrida está tudo ao rubro. Joaquim Jorge “rouba” a liderança a Macedo e Silva e a corrida só se vai decidir sobre a meta: 86 milésimas de segundo, a vantagem mais curta do fim-de-semana, dão a vitória ao homem do Porsche. O pódium era dominado pelos H75.

O quarto a cortar a meta, atrás de Rui Azevedo, foi Filipe Matias (Lotus Elan) que assim venceu a Taça 1600 e os H71.

Jorge Cruz (BMW 323i) vence os H81, Rómulo Mineiro (Ford Escort MK3) foi o melhor no Grupo 5.

Luís Sousa Ribeiro (Ford Cortina Lotus) foi o melhor H65, Marco Laranjeira (BMW 323i) teve desempenho semelhante no Grupo 1.

cnc estoril3

CNC 1300

O CNC 1300 foi dominado por José Fafiães. Já vimos que terminou na sexta posição da geral, intrometendo-se em guerras que aparentemente não seria suas.  Paulo Antunes (Datsun 1200 Coupê) foi oposição, mas terminaria 18 segundos depois de Fafiães. O pódium ficou encerrado com Pedro Miguel Gaspar (Datsun 1200 Coupê).

fafiaes José Fafiães

Classificações em: http://www.cronococa.com/Fichero.aspx?id=3695

LCC

Luis Barros (Mercedes Classe C) começou na frente e cedo ficou claro que João Novo (Ford Sierra RS) ia ser o principal adversário. À segunda volta Novo passou para a frente, trazendo o mercedes colado à traseira do Ford.

joao novo

Pouco depois o motor do Fiat Tipo de Abel Marques cede e espalha óleo pela recta da meta. Este seria o momento decisivo da prova. Edgar Florindo perde a traseira do Toyota Carina E na travagem para a curva um e bate forte nos rails do lado direito.

acidente estoril

Entrava o safty-car. Enquanto são feitos os trabalhos de remoção do carro e de limpeza da pista, Luís de Barros vê o Mercedes desligar-se e a corrida termina por aí.

O safty-car sai já com a meta à vista. João Novo segue para vitória. Logo atrás vem Ricardo Dinis, que é simultaneamente o vencedor da Categoria Especial.

O terceiro a cortar a meta é Joaquim Soares (BMW M3) , que assim leva a vitória nos LCC99.

Luís Delgado foi o mais rápido de entre os FEUP 3, com o oitavo posto da geral e António Coelho leva a melhor entre os FEUP 2.

Classificações em: http://www.cronococa.com/Fichero.aspx?id=3698

 

Scroll To Top