Sábado , Setembro 23 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Ni Amorim já tem equipa para governar uma “nova” FPAK
Ni Amorim já tem equipa para governar uma “nova” FPAK

Ni Amorim já tem equipa para governar uma “nova” FPAK

 

Ni Amorim revelou esta segunda-feira, em Lisboa, no decurso de uma conferência de Imprensa, a lista que encabeça e o respetivo programa de ação, como presidente da Direção candidata às eleições da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), agendadas para a primeira quinzena do próximo mês de Maio. “Sinto um enorme orgulho pelo facto de ter conseguido reunir uma equipa muito homogénea, cujos elementos têm as melhores competências tanto na área desportiva, desde o karting até às restantes modalidades, como nas de gestão e finanças, jurídica, e também para a comunicação e ligação com as marcas de automóveis representadas em Portugal ”, explicou o ainda vice-presidente da FPAK.

Álvaro Portela (gestão e finanças), Fernando Campos Ferreira (jurista), Camilo Figueiredo, Francisco Fidalgo e Francisco Mora (área desportiva automóvel), João Rito (karting), João Ferreira (comunicação e contacto com as marcas de automóveis) e Pedro Calado (Madeira) e Rúben Macedo (Açores) constituem o núcleo duro do elenco diretivo reunido por Ni Amorim para esta corrida à presidência da FPAK.

“Os associados da FPAK receberam muito bem a nossa mensagem, em termos de programa de ação, e creio que agora, ao analisarem os nomes da lista que consegui reunir, poderão confirmar a força e a credibilidade do nosso projeto para o início de um novo ciclo na governação da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting caso sejamos vencedores das eleições de Maio”, concluiu Ni Amorim.

Amorim Pereira (Assembleia Geral), Claudino Romeiro (Conselho de Comissários), Tiago Rodrigues Bastos (Conselho de Disciplina), Rui Moura (Tribunal de Apelação) e João Monarca Pires & Associados (Conselho Fiscal) lideram os restantes Órgãos Sociais.

Várias figuras de relevo da vida nacional fazem parte da Comissão de Honra desta candidatura, como o advogado e economista Artur Santos Silva, presidente do Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian, o também advogado e economista António Lobo Xavier e o músico Pedro Abrunhosa, além de pilotos como Filipe Albuquerque, Álvaro Parente, João Barbosa e André Couto.

 

Scroll To Top