Quinta-feira , Agosto 16 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / NOS RX LITES, FILHOS DE PILOTOS, SABEM PILOTAR (por Rodrigo Vasconcelos)
NOS RX LITES, FILHOS DE PILOTOS, SABEM PILOTAR (por Rodrigo Vasconcelos)

NOS RX LITES, FILHOS DE PILOTOS, SABEM PILOTAR (por Rodrigo Vasconcelos)

Com uma dezenas de participantes, entre eles uma piloto, a vitória foi disputada entre dois Kevin, filhos de dois suecos bem conhecidos do Ralicross internacional. Foi Eriksson quem cortou primeiro a meta.

Kevin Eriksson, filho de Andreas Eriksson, e Kevin Hansen, filho de Kenneth Hansen, foram os dois primeiros classificados na final, dos Rx Lites. Kevin Hansen, prejudicado com problemas de suspensão, ocorridos na meia-final

Foi uma das finais mais “mornas” de uma tarde fria, com diferenças grandes, entre os dois primeiros. Talvez a luta pela terceira posição, entre o norueguês Joachim Hvaal e sueco Tobias Brink, tenha sido o principal momento desta derradeira corrida. Terminaram por esta ordem, com Hvaal a conseguir o pódio. Só estes quatro pilotos, terminaram na volta do vencedor.
O polaco Krzystof Holowczyc, não deu mais do que 1 volta e Sandra Hultgren, uma piloto sueca que esteve muito bem nas qualificações, não passou da volta inicial na final.
Com esta vitória, e os pontos conquistados nas mangas e na meia-final, Kevin Eriksson saiu de Montalegre com 30, na frente do Rx Lites. Seguem-se Hansen e Brink, com 26 e 21 pontos, respetivamente.
Interessantes são estes carros, com chassis tubulares, motores normalmente aspirados, a debitarem mais de 300 cavalos, para mil e 100 quilogramas de peso. Tração às quatro rodas e caixa com 6 velocidades, sequencial.

 

Scroll To Top