Quinta-feira , Novembro 15 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / NOTA POSITIVA PARA CRAIG BREEN
NOTA POSITIVA PARA CRAIG BREEN

NOTA POSITIVA PARA CRAIG BREEN

Com o azar a bater à porta de Mads Østberg e Trostein Eriksten, que saíram de estrada logo no início da Etapa de hoje, Craig Breen e Scott Martin marcaram a diferença e  voltaram à boa forma mostrada na Etapa de sábado. Registaram bons progressos e terminaram o rali em sétimos à Geral, deixando bem claro que a sua performance de ontem não foi obra do acaso.

 

 

Este ano, a Especial de Grafschaft viu a sua extensão aumentada para quase trinta quilómetros, mas manteve as características mudanças constantes entre estradas rurais e secções estreitas ao longo das vinhas. Esta manhã, os concorrentes cumpriram duas passagens por esta Especial antes da Power Stage, que prometia ser uma prova de fogo. E foi precisamente isso que aconteceu.

 

Infelizmente, tal como tantos outros pilotos, Mads Østberg ficou-se pela primeira passagem. Portanto, o seu primeiro rali em asfalto com o C3 WRC acabou aí, de forma prematura, numa altura em que o norueguês estava a começar a aumentar o seu andamento.

 

Craig Breen não demorou muito a recuperar a sua confiança ao volante, registando o terceiro tempo mais rápido na segunda Especial do dia. A sua performance mostrava que ainda tinha algo a dizer na última Especial do fim de semana. Perfeitamente à vontade no seu C3 WRC, Breen chegou mesmo a lutar entre os pretendentes ao título mundial durante a Power Stage (14,04 km), tendo obtido o quarto melhor tempo, a 4,2 segundos do vencedor e apenas com dois décimos de diferença para o piloto terceiro classificado.

 

O QUE ELES DISSERAM…

Craig Breen: “Obviamente que temos de lamentar a chuva de sexta-feira e o meu erro de ontem, porque eu queria mesmo lutar com os melhores pilotos ao longo de todo o rali. Mas conseguimos chegar ao fim da Etapa de ontem, e hoje voltei a sentir bastante confiança no carro. Vou dar o meu melhor para obter um bom resultado na Turquia. Lá, vai ser tudo novo para todos, portanto temos boas possibilidades.”

Mads Østberg: “Numa esquerda rápida, entrei em subviragem e fui parar aos arbustos. O impacto causou alguns danos no sistema de refrigeração e não pudemos continuar. Foi uma pena, mas não deixam de haver pontos positivos neste fim de semana. Conseguimos, gradualmente, aumentar o nosso ritmo e registámos alguns tempos bons, apesar da falta de conhecimento do carro neste tipo de piso.”

RALI DA ALEMANHA – CLASSIFICAÇÃO FINAL (PROVISÓRIA)

  1. Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) 3:03:36.9
  2. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) + 39.2
  3. Lappi / Ferm (Toyota Yaris WRC) + 1:00.9
  4. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) + 1:34.5
  5. Suninen / Markkula (Ford Fiesta WRC) + 2:02.9
  6. Mikkelsen / Jaeger (Hyundai i20 WRC) + 2:13.8
  7. Breen / Martin (Citroën C3 WRC) + 2:39.1

 

WRC 2018 – PILOTOS

  1. Thierry Neuville – 172 pontos
  2. Sébastien Ogier – 149 pontos
  3. Ott Tänak – 136 pontos
  4. Esapekka Lappi – 88 pontos
  5. Andreas Mikkelsen – 65 pontos
  6. Dani Sordo – 60 pontos
  7. Jari-Matti Latvala – 55 points
  8. Elfyn Evans – 52 pontos
  9. Mads Ostberg – 48 pontos
  10. Craig Breen – 47 pontos

 

 

 

 

WRC 2018 – CONSTRUTORES

  1. Hyundai WRT – 254 pontos
  2. Toyota Gazoo Racing – 241 pontos
  3. M-Sport Ford WRT – 224 pontos
  4. Citroën Total Abu Dhabi WRT – 159 pontos

 

Scroll To Top