Sexta-feira , Dezembro 15 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Nuno Matos é o vencedor da Baja TT do Pinhal
Nuno Matos é o vencedor da Baja TT do Pinhal

Nuno Matos é o vencedor da Baja TT do Pinhal

Ganhou todos os sectores da prova organizada pela Escuderia

 

Nuno Matos e Filipe Serra foram os vencedores da edição deste ano da Baja TT do Pinhal, a quarta prova pontuável para o campeonato nacional da especialidade. A dupla do Opel Mokka Proto cumpriu os quase 300 quilómetros contra o cronómetro em 4h41m09,35s e deixou a dupla João Ramos/Vítor Jesus, em Toyota Hilux, a quase sete minutos de distância. Alexandre e Rui Franco completaram o pódio com o BMW Série 1 Proto com uma desvantagem de 9m13,36s para os vencedores.

 

Em 2016, a Escuderia Castelo Branco definiu o triângulo Sertã, Vila de Rei e Proença-a-Nova como área de competição para a quarta prova do campeonato nacional de TT. Com base operacional na Sertã, a jornada começou ontem com duas passagens pelo prólogo. Nuno Matos venceu e assumiu, desde logo, a liderança. João Ramos e Miguel Barbosa seguiram-no e tudo indicava que os três primeiros do campeonato iriam discutir a vitória durante o dia de hoje. Mas já no final do prólogo, o campeão nacional sentiu problemas de caixa no Mitsubishi Racing Lancer e abandonou quando se percebeu, na assistência, que não havia solução.

 

Assim, Matos e Ramos entraram para os sectores selectivos de hoje com os olhos na vitória. Estavam separados por menos de dez segundos e, nos primeiros quilómetros da etapa, o piloto da Hilux chegou mesmo à condição de líder virtual. O comandante do campeonato respondeu à investida do portuense e recuperou o primeiro lugar na prova. Entretanto, João Ramos começou a ter problemas de travões na pick-up, estes agravaram-se, e deixou de conseguir acompanhar o ritmo do adversário.

 

Ao volante do Opel Mokka Proto, Nuno Matos venceu o sector selectivo e cimentou o primeiro posto com mais de cinco minutos para Ramos. Durante a tarde, Nuno Matos voltou a ser o mais rápido e o piloto da Hilux minimizou os danos. Sem os problemas totalmente resolvidos, conseguiu segurar o segundo lugar.

 

Na luta pela terceira posição, Nuno Madeira, em Kia Sportage, foi o primeiro sucessor de Miguel Barbosa quando este abandonou. Contudo, ao longo do dia de hoje, problemas de refrigeração do motor do carro limitaram o seu andamento até que o obrigaram a parar. Assim, Pedro Ferreira subiu ao último lugar do pódio. Mas não terminaria desta forma. Problemas na caixa de velocidades da VW Amarok ditaram a desistência e a ascensão de Alexandre e Rui Franco ao terceiro posto.

 

Nas categorias, Sérgio Vitorino subiu ao lugar mais alto do pódio da categoria T2 com a Nissan Navara. Já no T8, o melhor foi Marco Roque, também com uma Navara. No Desafio Mazda, única competição monomarca do campeonato, destaque para Pedro Dias da Silva. O antigo campeão nacional de Grupo N nos ralis esteve intocável e venceu. Mas mais impressionante foi o quarto lugar obtido à geral. Etelvino Carvalho terminou em segundo e Jorge Cardoso ficou na terceira posição.

 

Os três primeiros em discurso directo

Nuno Matos – 1º classificado

“Foi um fim-de-semana perfeito. Correu tudo muito bem. Definitivamente, dou-me bem com esta prova e com este tipo de pistas. Não tivemos qualquer problema a não ser uma ligeira saída logo nos primeiros quilómetros do primeiro sector selectivo de hoje. Em termos de campeonato, reforçámos a liderança e não podia ter sido melhor.”

 

João Ramos – 2º classificado

“Este segundo lugar é como uma vitória. Uma vitória de toda a equipa. Hoje tivemos um dia complicado. De manhã ficámos sem travões no carro e à tarde voltámos a ter problemas porque só os da frente é que funcionavam. Com estas dificuldades, o resultado é bastante positivo.”

 

Alexandre Franco – 3º classificado

“Andávamos em busca de um bom resultado há algum tempo e não o tínhamos alcançado devido a diversos problemas. Mas hoje conseguimos. A meio do último sector selectivo ainda pensámos que era possível acabar no segundo lugar. Estivemos perto do João (Ramos) mas tivemos uma saída de pista. Perdemos tempo e concentrámo-nos em chegar ao fim num lugar do pódio.”

 

Finalizada a Baja TT do Pinhal, o campeonato entra na pausa de Verão. São cerca de dois meses e meio sem competição. Os motores voltam a ser ligados em mais uma organização da Escuderia Castelo Branco. A Baja TT de Idanha-a-Nova é q quinta jornada pontuável para os campeonatos nacionais de automóveis, motos, quads e UTV/Buggy e realiza-se nos dias 9 e 10 de Setembro.

 

Classificação automóveis

1º        Nuno Matos/Filipe Serra                   Opel Mokka Proto                  4h41m09,35s

2º        João Ramos/Victor Jesus                   Toyota Hilux                           a 6m50,19s

3º        Alexandre Franco/Rui Franco                       BMW Série 1 Proto                a 9m13,36s

3º        Pedro Silva/José Janela                     Mazda Proto                           a 26m31,77s

4º        André Amaral/Nelson Ramos                        Mercedes Proto                     a 40m29,56s

 

Scroll To Top