Sexta-feira , Novembro 17 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Paulo Alberto assume liderança do nacional de Supercross
Paulo Alberto assume liderança do nacional de Supercross

Paulo Alberto assume liderança do nacional de Supercross

Depois de Hugo Basaúla ter vencido na abertura do Nacional de SX 2016 na pista do Areeiro na Poutena, a segunda prova do campeonato nacional da especialidade, que levou os pilotos até Arões junto a Fafe trouxe um novo vencedor para a ribalta e uma reviravolta na classificação do campeonato.

Naquela que foi a 15ª visita do Supercross a esta localidade, Hugo Basaúla procurava manter a liderança do campeonato e dar continuidade às vitórias conseguidas na Bairrada no Sábado anterior. Mas o Minho não mostrou ser inspirador para o campeão em título e no final de uma noite em que não conseguiu sequer estar no pódio, fruto de maus arranques e mesmo quedas que o levaram a ser apenas sétimo na primeira final e terceiro na segunda, Hugo Basaúla perdeu a liderança do campeonato.

O herói da noite foi Paulo Alberto, este ano de regresso ao campeonato como forma de preparação para os campeonatos brasileiros onde tem estado nos últimos anos. Aos comandos de uma moto com motor a dois-tempos o piloto de Leiria voltou a colocar uma moto com esse tipo de motor no primeiro lugar de uma prova do campeonato nacional, algo que não acontecia desde Junho de 2005.

Após ter sido segundo na Red Bull Flying Lap com uma diferença de apenas 26 milésimas de segundo para Basaúla, Paulo Alberto atacou decidido ambas as finais, protagonizando um intenso duelo com Joaquim Rodrigues Jr. em qualquer uma delas. Na primeira o piloto de Barcelos ainda esteve na frente nas primeiras oito voltas, mas na nona passagem pela meta era já Paulo Alberto a comandar para segurar a posição até ao final das 20 voltas realizadas, com Sandro Peixe a ser um seguro terceiro classificado.

Na segunda final da noite a história foi em tudo semelhante, com Joaquim Rodrigues Jr. a ser o líder até à décima volta, momento em que Paulo Alberto conseguiu novamente ascender ao comando para fechar a jornada com uma dupla vitória. Hugo Basaúla subiu ao degrau mais baixo do pódio na sétima volta por troca com Sandro Peixe numa segunda final onde Diogo Graça foi o quinto da geral para assinar a vitória em ambas as corridas na classe SX2.

Fábio Costa foi o vencedor entre os Infantis B, ao vencer ambas as corridas, o mesmo se passando com Rodrigo Barros que venceu ambas as corridas entre os mais jovens, na classe Infantis A.

Com duas provas ainda por realizar no Supercross 2016 Paulo Alberto tem seis pontos de vantagem sobre Hugo Basaúla no topo da liderança da classe maior da especialidade, a SX Elite.

ClassificaçõesInfantis A
1º Rodrigo Barros – KTM com 50 pontos
2º Martim Maria – KTM com 44
3º Salvador Gomes – MRT com 40
4º Tiago Nogueira – KTM com 36

Campeonato
1º Rodrigo Barros com 100 pontos; 2º Salvador Gomes, 84; 3º Martim Maria, 44; 4º Tiago Nogueira, 36

Infantis B
1º Fábio Costa – KTM com 50 pontos
2º Sandro Lobo – KTM com 44
3º Afonso Gomes – MRT com 40
4º Tomás Alves – KTM com 36
5º Guilherme Esteves – KTM com 32

Campeonato
1º Fábio Costa com 97 pontos; 2º Sandro Lobo, 86; 3º Afonso Gomes, 85; 4º Tomás Alves, 72; 5º Guilherme Esteves, 64

SX2
1º Diogo Graça – Husqvarna com 47 pontos
2º André Sérgio – Yamaha com 40
3º Joel Costas – Suzuki com 36
4º Ricardo Freire – Jade com 35
5º João Oliveira – Yamaha com 34

Campeonato
1º Diogo Graça com 97 pontos; 2º Joel Costas, 83; 3º Ricardo Freire, 75; 4º André Sérgio, 72; 5º João Oliveira, 66

SX1
1º Paulo Alberto – Honda com 50 pontos
2º Joaquim Rodrigues – KTM com 44
3º Sandro Peixe – Honda com 38
4º Hugo Basaúla – Kawasaki com 35
5º Hugo Santos – Husqvarna com 33

Campeonato
1ºPaulo Alberto com 90 pontos; 2º Hugo Basaúla, 85; 3º Joaquim Rodrigues, 81; 4º Sandro Peixe, 78; 5º Nélson Silva, 66

SX Elite
1º Paulo Alberto – Honda com 50 pontos
2º Joaquim Rodrigues – KTM com 44
3º Sandro Peixe – Honda com 38
4º Hugo Basaúla – Kawasaki com 34
5º Hugo Santos – Husqvarna com 32

Campeonato
1ºPaulo Alberto com 90 pontos; 2º Hugo Basaúla, 84; 3º Joaquim Rodrigues, 79; 4º Sandro Peixe, 78; 5º Diogo Graça, 63

 

Scroll To Top