Quarta-feira , Setembro 20 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Paulo Neto vence RC3 nos Açores
Paulo Neto vence RC3 nos Açores

Paulo Neto vence RC3 nos Açores

Paulo Neto / Vitor Hugo obtiveram no Sata Rallye Açores a primeira vitória absoluta no Campeonato Nacional de Ralis de Duas Rodas Motrizes, depois de uma prova difícil e com alguns percalços, mas com um desfecho excepcional.

 

Apesar das boas exibições das provas anteriores, Paulo Neto / Vitor Hugo ainda não tinham alcançado um dos objetivos para esta temporada que passa por vencer provas. No rali mais exigente da temporada, a equipa teve finalmente a oportunidade de vencer, relançando as contas do Campeonato Nacional de Ralis para carros de duas rodas motrizes, tendo ainda obtido como prémio extra a vitória no Grupo RC3 do Campeonato da Europa de Ralis.

 

“Foi um rali muito complicado e difícil em que parecia que novamente a sorte nada queria connosco, apesar de termos preparado bem este rali. Não só o motor do Citroen DS3 R3T Max foi tendo diversas falhas, chegando mesmo a desligar-se totalmente numa fase do rali, como no segundo dia tivemos um furo que nos fez perder cinco minutos. Para além disso, fomos obrigados a fazer uma gestão dos pneus nos troços mais curtos para podermos atacar forte nos troços mais longos, nos quais conseguimos fazer a diferença para os nossos adversários, já que tínhamos a limitação dos 14 pneus imposta pela regras do Campeonato da Europa. No final da primeira etapa o desespero era enorme pelo atraso que tínhamos e porque não conseguíamos resolver o problema do motor”, afirma Paulo Neto, dizendo que “em determinadas fases do rali fomos tão competitivos como os nossos principais adversários e sabíamos que podíamos fazer nesta prova um bom resultado. Por isso, na segunda etapa atacamos um pouco mais e conseguimos chegar ao segundo lugar, mesmo com os problemas de motor e continuando a fazer a gestão dos pneus, e pouco depois passamos para a liderança quando o nosso principal adversário desistiu. A partir daí gerimos o nosso andamento até chegar ao pódio final para celebrar uma vitória difícil, mas que procurávamos há muito tempo e que merecemos depois de tantos azares que temos tido esta temporada“.

 

Com esta vitória entre os concorrentes que utilizam carros de duas rodas motrizes, “o campeonato fica relançado. Sabíamos que esta prova poderia ser decisiva nas contas do campeonato, e na realidade foi muito importante para nos voltar a colocar na luta pelo título. Todos, incluindo a RF Competições, fizeram um excelente trabalho, pelo que esta vitória é também para aqueles que nos apoiam esta temporada, bem como para os adeptos açorianos que foram mais uma vez incansáveis no apoio que nos deram” refere Paulo Neto, que agora ocupa o segundo lugar do Campeonato Nacional de Ralis 2RM.

 

A Paulo Neto Sport volta agora à competição dias 26 e 27 de junho, para a quinta prova do Nacional de Ralis o Rali Vidreiro.

 

Scroll To Top