Terça-feira , Junho 27 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / PAULO SOUSA ESTAVA NA HORA E LOCAL ERRADO EM VILA REAL
PAULO SOUSA ESTAVA NA HORA E LOCAL ERRADO EM VILA REAL

PAULO SOUSA ESTAVA NA HORA E LOCAL ERRADO EM VILA REAL

 

 

Não temos a menor dúvida em afirmar que Paulo Sousa está a ter duas épocas para esquecer, recordemos que no ano passado após um toque que sofreu, acabaria por capotar o seu Saab 96 no circuito Vasco Sameiro em Braga, tendo este carro com destino final  a sucata. Este ano na sua estreia com o Saab Sonet, num acidente de corrida em que o piloto esteve envolvido, na hora e local errado, numa “guerra” de pista que nada tem a haver com a sua corrida.

 

Mas passemos a factos, logo na sessão de treinos, o Saab acabou por não fazer nada, pois logo que Paulo Sousa  foi para a pista surgiram bandeiras vermelhas, e não houve tempo suficiente para fazer os acertos do carro para esta pista de características citadinas. Depois nos treinos cronometrados, Paulo Sousa acaba  por não conseguir apanhar uma “volta limpa”, chegando ao cúmulo de andar três voltas colado a um adversário. Depois para se tentar desembaraçar deste adversário, teve de fazer uma manobra arriscada, e não havia necessidade de fazer isso, perante o comportamento em pista por parte de alguns adversários.

 

Mas o pior estava para vir, logo na primeira corrida, como Paulo Sousa descreveu-nos “ fez-se o que foi possível em termos de acertos para o carro, fui para a grelha, dei uma volta à pista, verifiquei que o carro estava mais ou menos, e com isso acalentei as esperanças de fazer uma boa corrida, só que  duas curvas após a linha de partidas tudo foi “por água abaixo”. Isso porque de repente vejo-me envolvido numa carambola com cinco carros, no qual o meu Saab Sonet, não tinha nada a haver com essas lutas em pista, pois os protagonistas eram os 1300”. Segundo Paulo Sousa “ eu rodava atrás, e de repente, levo com o Datsun 1200 de José Fafiães, e sem contar, bate-me logo o BMW 323 do Jorge Cruz, deixando o meu carro em mau estado. Sai do carro pelos meus próprios meios, calculava que havia estragos, mas não aqueles que logo verifiquei,  quando saí do carro. É incrível que aconteça uma coisa dessas, sei que tudo isto surge dum toque entre os Datsun do José Fafiães e do Paulo Antunes, ou vice versa, que se envolveram, e eu sem culpa nenhuma, fui envolvido em algo que nada tem a haver comigo. Felizmente fisicamente não tenho nada, mas o carro está mesmo muito estragado”. Perante este cenário, Paulo Sousa acrescentou “ acho que as duas corridas nunca, mas nunca deveriam ter sido incluídas juntas, pois o resultado está à vista e com prejuízo de quem não tem nenhuma culpa no “cartório”. A minha “guerra” era com, os Escort, Porsche, o BMW do Jorge Cruz, e não com os Datsun 1200, que são doutra categoria, que não a minha”. Quanto ao futuro Paulo Sousa confirmou-nos ainda não sei, as fibras do Saab estão todas estragadas, vou ter de mandar fazer moldes, e isso tem custos. Depois o eixo traseiro está todo destruído, pela pancada que levou, não sei onde poderei encontrar esta peça, por isso tanto a DRT como eu estamos a pensar seriamente abandonar o Campeonato Nacional de Clássicos, pois estou nisto para me divertir, e não para ficar stressado, para isso já basta durante a semana nos meus afazeres profissionais. O automobilismo é para mim uma forma de relaxar, e correr desta maneira a mim não me dá o mínimo gozo, e como não sou rico, tudo isto está a ficar muito caro para mim, pois recorde-se que em dois anos fiz dois carros, um ficou completamente destruído  no ano passado, e agora tenho este, que poderá ser recuperável, mas a que preço???Por isso a equipa está a pensar seriamente em abandonar o Campeonato Nacional de Clássicos, isto em Vila Real, mais parecia uma pista de carrinhos de choque, mas para isso eu não corro recuso-me”.

 

Scroll To Top