Sexta-feira , Novembro 17 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / PAULO SOUSA NOS 250 KM DO ESTORIL
PAULO SOUSA NOS 250 KM DO ESTORIL

PAULO SOUSA NOS 250 KM DO ESTORIL

A prova dos 250 Km do Estoril é, de entre todas, a minha preferida. E é também a preferida da minha equipa, que, tal como no ano passado foi constituída pelo Marco Moreira e Domingos Laranjeira (chefe de equipa e responsável técnico) e pelos meus dois filhos mais velhos, Diogo e Marta, responsáveis pela cronometragem rigorosa dos tempos das três paragens obrigatórias e por manterem o pai hidratado.

Nos treinos optamos por afinações de chuva, sabendo que teríamos que as manter para a prova. Tudo normal, P19 em cerca de 50.

Na prova decidimos uma estratégia em que faríamos a paragem mais longa com reabastecimento logo na primeira e as duas mais rápidas nas seguintes. Correndo tudo bem subiríamos na classificação depois da última paragem.

Infelizmente não chegamos lá. A prova foi interrompida antes, por causa de um enorme acidente ocorrido na recta da meta. Felizmente estava na zona da chicane e vi os semáforos vermelhos, o que me fez rumar às boxes com o carro inteirinho e a respirar saúde.

O facto de ser noite, aliado à chuva, criou uma situação de péssima visibilidade que terá provocado o acidente. Foi um mau fim de época para o Historic Endurance e o ambiente entre todos era um bocado dramático. As corridas têm sempre uma componente de risco e é também esse risco que lhes confere o fascínio. Só que implica o pagamento de um preço, por vezes um preço muito elevado.

A classificação foi ordenada pelas posições da antepenúltima volta antes do acidente e o Sonett acabou em 15.º.

 

No dia seguinte alinhei com um Mini integrado nos 250 Km dos CSS. Num Mini do Daniel Saavedra, fazendo equipa com ele e com o Francisco Abreu. Ambiente fantástico, equipa maravilha e boa disposição constante.

Fiz a largada e corri cerca de meia hora sempre em luta e ultrapassagens constantes. Entreguei o carro ao Daniel em segundo dos Mini, muito perto do primeiro e à frente do que veio a vencer. Infelizmente o Mini teve uma pequena avaria e não chegou ao fim. Mesmo assim foi amigo: deixou que todos os três corressem.

Nota interessante: a minha melhor volta foi em 2:27:7; a melhor volta dos Minis foi 2:27:6 e a melhor volta do Mini vencedor foi 2:27:8. Vai ser um Troféu com diversão garantida.

 

Scroll To Top