Quarta-feira , Setembro 19 2018
ÚLTIMAS
Home / BLOG / Pedro Almeida cumpriu objetivos na estreia do Fiesta R5 e no Azores Airlines Rallye

Pedro Almeida cumpriu objetivos na estreia do Fiesta R5 e no Azores Airlines Rallye

Pedro Almeida, acompanhado por Nuno Almeida cumpriu os objetivos a que se propôs para a prova açoriana, que abriu o Campeonato da Europa de Ralis, na estreia do Ford Fiesta R5 -uma viatura que ainda está a descobrire, naquela que foi a primeira investida em provas na ilha açoriana. Após duas etapas iniciais, o jovem piloto de Famalicão encarou o derradeiro dia com mais a vontade, face à adaptação ao Fiesta R5 e aos pisos das míticas e difíceis classificativas da prova do Grupo Desportivo e Comercial. Foram mais de duas centenas de quilómetros cronometrados, na estreia absoluta num dos mais famosos e exigentes ralis de terra da Europa: “Começar agora o rali seria o ideal. Depois de quatro dias de competição, diria que estava preparado para começar o rali… foram muitos quilómetros a evoluir e ganhar ritmo. Foi uma participação a todos os níveis perfeita e notável. O carro é fantástico, a ARC Sport são os melhores preparadores e assistentes que podíamos ter, o rali é extraordinário, para além do público que vibra com os ralis. Este tipo de prova permite ganhar ritmo competitivo e que gosto de participar”, começou por dizer Pedro Almeida após completar uma das mais difíceis provas do ERC, normalmente disputado em condições climatéricas muito difíceis, dadas as condições tradicionalmente vistas na ilha de S. Miguel: “O balanço desta estreia nos Açores é de todo muito positivo. Como nunca tinha corrido neste magnifico cenário e – tinha o handicap do carro que apenas tive o primeiro contato com o Ford Fiesta R5 na segunda- feira que antecedeu a prova, para além da lista de R5’s invejável e de nível mundial, só posso estar muito feliz por este resultado”, reforçou Pedro Almeida que salienta o facto de entrar um pouco retraído e em ritmo de teste: “iniciamos a prova num ritmo de testes…e terminamos já num bom ritmo competitivo. Como é espectável, o desconhecimento total do carro e do rali antevia uma adaptação inicial. Os primeiros quilómetros foram mais difíceis sem dúvida, acabando por realizar uma prova em crescendo, e terminando numa excelente posição, essencialmente no que diz respeito ao CPR. Cumprimos com os objetivos delineados”, salientou Pedro Almeida, bastante satisfeito com o trabalho que toda a equipa realizou ao longo do rali, essencialmente pela estrutura da ARC Sport de Aguiar da Beira, tendo apenas  passado por  duas  situações mais adversas:  ”uma  delas  foi  logo  no primeiro  dia, quando  ficamos  praticamente  sem  travões  na  super  especial  e  no  inicio  da  SS5, Infelizmente furamos o pneu à frente do lado direito, o que nos fez perder algum tempo”.

A dupla famalicense do Ford Fiesta R5 saiu da ilha de São Miguel com um resultado fantástico, ao terminar na 21º posição da geral e 7º do Campeonato Portugal de Ralis, amealhando importantes pontos em termos de campeonato e, abrem boas expetativas para o futuro, em ano de estreia absoluta no Campeonato Portugal de Ralis. Depois de Fafe e Açores, o Campeonato Portugal Ralis ruma até Mortágua nos próximos dias 27 e 28 de abril para a terceira prova da temporada: “Vamos agora dar continuidade ao trabalho de casa, testar, e preparar o Rali de Mortágua para melhorar o andamento e conhecimento mais profundo do ford Fiesta R5, um carro fabuloso, que tem ainda muito que explorar” concluiu o jovem piloto de Famalicão que conta com os seguintes apoios: Nhclima – Ventilação e Climatização, Bamesa, JACunha – Equipamentos e  Logística,  Lda,  JAC  Transporte,  NHGROUP,  Suba  –  Creative  Agency,  Famaconcret,  Lda, Telheiro & Gonçalves, Lda, Habialuminios, Lda, Cozicruz, Mobiliário L3W  – Material Electrico, Bricofama  –  Bricolage  e  materiais  similares  para  construção, Ponto  Placa  –  Materiais  de Construção, e Município de Famalicão.

 

Scroll To Top