Segunda-feira , Outubro 15 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Pedro Marreiros e Nuno Batista vencem no Estoril e terminam a época em beleza
Pedro Marreiros e Nuno Batista vencem no Estoril e terminam a época em beleza

Pedro Marreiros e Nuno Batista vencem no Estoril e terminam a época em beleza

O Autódromo do Estoril recebeu esta tarde a segunda e última corrida do Campeonato Nacional de Velocidade, pontuaável para as Categorias GT e Turismo, que foram vencidas respectivamente por Pedro Marreiros e Nuno Batista, em Porsche 911 GT3 Cup e por Francisco Mora em Seat Leon Cup Racer, que com estes rsultados são já virtuais Campeões Nacionais nas respectivas categorias.

De realçar a presença das equipas espanholas que disputam o Campeonato de Espanha de resistência, que vieram abrilhantar a festa do CNV.

Agora foi a altura de Nuno Batista fazer a partida e tal como na anterior, o Porsche 911 GT3 Cup ficou na frente. Pedro Moleiro (Porsche 911 GT3 Cup) colocou-se na segunda posição.

Batista distancia-se um pouco, Jaume Font (Seat Leon Cup Racer) pressiona o português.

Francisco Mora (Seat Leon Cup Racer) assiste de “palanque” a esta luta. É o segundo turismo e em termos nacionais, já tem o Campeonato virtualmente na mão.

Pedro Moleiro defende o segundo posto da geral, Jaume Font pressiona, mas tem Francisco Mora a encher-lhe o retrovisor. De uma assentada Mora ultrapassa ultrapassa o espanhol e rouba o segundo posto da geral a Pedro Moleiro. Nuno Batista é que está lá frente, alheio as estas coisas.

Após as trocas de pilotos, Pedro Marreiros mantém o Porsche 911 GT3 Cup na frente da corrida. Francisco Mora regressa em segundo e tem direito a um final de corrida descansado.

José Cabral (Porsche 911 GT3 Cup) cede algum tempo na segunda metade da prova  . Atinge a terceira posição do Campeonato Nacional de Velocidade, segunda entre os GT.

Pedro Marreiros e Nuno Batista são os vencedores e terminam a época em beleza: fazem o pleno dupla vitória no Campeonato Nacional de Velocidade e ganham virtualmente o título de Campeões Nacionais de Velocidade GT´s.

Francisco Mora tem um desempenho semelhante. Ganha os turismos, vai ao pódium da geral com dois segundos lugares e também ele é já virtualmente Campeão Nacional de Velocidade, mas nos Turismos.

O terceiro posto do CNV é posse de José Cabral e Pedro Moleiro.

Dizem os Campeões

Pedro Marreiros

O campeonato podia ter sido mais interessante se se cumprissem todas as expectativas. Há muitos carros em Portugal parados, semelhantes ao nosso, que podiam dar outro colorido à competição. Infelizmente, alguns concorrentes optam por vir a umas provas e não virem a outras.

Nós fizemos o nosso papel, demos sempre o nosso melhor e atingimos os nossos objectivos.

 

Nuno Batista 

 

Foi de facto um ano em que montamos um projecto que ha muito ambicionávamos. Não tivemos a presença dos concorrentes que gostaríamos de ter, mas ainda assim acho que cumprimos os nossos objectivos. Cumprimos sempre as nossas provas de uma forma muito profissional e acho que é um justo prémio por esta época.

Francisco Mora

Conseguimos, fui campeão. O objectivo desta temporada não era este, mas aliamos ao facto de termos treinado o facto de sermos campeões nacionais.

Serve também para acrescentar ao meu currículo, o que é muito bom.

Encaramos estas participações com o objectivo de treinar, mas ser possível sermos os campeões nacionais, foi ainda melhor. É um prémio extra por termos vindo.

 

Scroll To Top