Quarta-feira , Novembro 22 2017
ÚLTIMAS
Home / BREVES / Pete McLeod brilhou nos Treinos Livres
Pete McLeod brilhou nos Treinos Livres

Pete McLeod brilhou nos Treinos Livres

CANADIANO DOMINOU OS TREINOS

O canadiano Pete McLeod foi o primeiro a brilhar na pista montada sobre as águas do Douro, confirmando o seu grande momento de forma e ataque à liderança da Red Bull Air Race World Championship. Este foi o destaque da sessão de Treinos Livres realizada esta sexta-feira, com o norte-americano Kirby Chambliss – o atual líder – fora dos lugares cimeiros. Amanhã, sábado 2 de setembro, prossegue com mais uma sessão de Treinos Livres e a Qualificação.

Os aviões da Red Bull Air Race já se viram (e ouviram) sobre o rio Douro. Depois de ontem terem feito o voo até ao aeroporto da corrida, no Queimódromo, esta sexta-feira foi dia de fazer os primeiros testes nos Treinos Livres e dar uma pequena amostra daquilo que esperam os milhares de pessoas que se vão concentrar durante o fim de semana nas duas margens, em Porto e Gaia.

Apesar de já se contabilizarem tempos, houve quem aproveitasse para fazer algumas experiências na procura da forma mais rápida de cumprir o rápido circuito do Porto, que acabaram por prejudicar um pouco os tempos finais de alguns pilotos. Para Paul Bonhomme, Tricampeão da Red Bull Air Race e vencedor em 2009 no Porto (e atual comentador na transmissão em direto online), “as manobras de inversão vertical são nesta pista um elemento chave para se ganhar ou se perder milésimos de segundo que podem fazer toda a diferença” e foi nesse aspeto que alguns trabalharam durante o dia de hoje.

Steve Jones, vencedor da primeira edição do Porto em 2007 e agora diretor da corrida, salientou a importância da meteorologia: “É uma cidade costeira com vista para o Atlântico e é importante saber de qualquer alteração de tempo que possa acontecer, que pode provocar algumas surpresas aos pilotos.”

Na Master Class – onde se encontram os melhores pilotos do mundo – o destaque foi para o canadiano Pete McLeod. Começou por ser o segundo mais rápido (1:07.784), mas à tarde colocou-se na primeira posição (1:07.414). As distâncias nesta categoria estão mais curtas, mas o líder do campeonato e vencedor das últimas duas corridas não teve o melhor dos dias. Kirby Chambliss foi apenas nono na primeira sessão, a 2.258 de Peter Podlunsek, e na segunda foi 12º, a 4.224. Podlunsek foi o mais rápido no conjunto dos dois treinos livres, com o tempo de 1:07.052.

Na Challenger Class – a porta de entrada na Red Bull Air Race – o alemão Florian Bergér não deixou os créditos de campeão do mundo por menos e dominou. Mélanie Astles foi a segunda mais rápida à tarde, mas a própria admite: “Apesar de estar satisfeita, preciso de melhorar porque o Florian está muito distante de mim. Amanhã é outro dia!” Ficou a 2.050 segundos do alemão.

A ação regressa amanhã – sábado 2 de setembro – ao rio Douro com a terceira sessão de treinos livres e com as qualificações.

No fim de semana o público vai poder acompanhar toda a ação nas margens do Porto e de Gaia, em vastas áreas de acesso livre onde estarão montados ecrãs gigantes que ajudam a visualizar os melhores momentos com o apoio de comentadores especializados. Quem não tiver a oportunidade de estar presente pode acompanhar o evento através da transmissão no site www.redbullairrace.com e também na antena da SIC.

 

Créditos: Joerg Mitter/Red Bull Content Pool

 

Scroll To Top