Segunda-feira , Junho 25 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / PILOTOS DOS PEUGEOT 3008DKR MAXI ULTRAPASSAM PRIMEIROS OBSTÁCULOS EM SEGURANÇA
PILOTOS DOS PEUGEOT 3008DKR MAXI ULTRAPASSAM PRIMEIROS OBSTÁCULOS EM SEGURANÇA

PILOTOS DOS PEUGEOT 3008DKR MAXI ULTRAPASSAM PRIMEIROS OBSTÁCULOS EM SEGURANÇA

 

A primeira Especial do Rali Dakar 2018 foi a mais curta da prova, com apenas 31 km, mas já deu uma vaga ideia do que espera os concorrentes face ao que está para vir, lançando-os de imediato nas dunas. Todas as quatro formações dos PEUGEOT 3008DKR Maxi concentraram-se em cumprir a Etapa sem problemas.

 

  • Sendo os primeiros na estrada, em virtude da sua vitória em 2017, Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret terminaram a Etapa com o 11º tempo, fruto de uma abordagem relativamente cautelosa. Ainda apanharam um susto na seção de estrada, a poucos quilómetros do início da Especial, quando se viram atingidos na traseira por outro veículo, mas sem provocar danos no seu 3008DKR Maxi.
  • Sob condições quentes, Cyril Despres e David Castera tiveram um sólido arranque a partir de Lima, a capital peruana, alcançando o 15º melhor tempo. Definindo um ritmo consistente nesta Etapa de areia, estavam bastante conscientes de que o verdadeiro rali só começaria no dia seguinte.
  • Ex-vencedores de Dakar, Carlos Sainz e Lucas Cruz fizeram uso da sua vasta experiência para sobreviver às dunas de areia e atingir o local do bivouac de Pisco logo atrás da dupla Despres/Castera, terminando o dia no 16º lugar.
  • Para Sebastien Loeb e Daniel Elena o objectivo era chegar ao fim depois de se verem afetados por um problema com os travões bem cedo na Especial, acabando a mais de 5 minutos dos mais rápidos.

 

CLASSIFICAÇÃO DA ETAPA 1:

  1. Nasser Al Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA), Toyota 4WD, 14m22s
  2. Bernhard Ten Brinke (NLD) / Michel Perin (FRA), Toyota 4WD, +25s
  3. Nicolas Fuchs (PER) / Adrian Mussano Fernando (ARG), Borgward 4WD, +34s
  4. Bryce Menzies (USA) / Peter Mortensen (USA), Mini 2WD, +38s
  5. Nani Roma (ESP) / Alex Haro Bravo (ESP), Mini 4WD, +53s

  1. Stéphane Peterhansel (FRA) / Jean-Paul Cottret (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +2m15s
  2. Cyril Despres (FRA) / David Castera (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +2m36s
  3. Carlos Sainz (ESP) / Lucas Cruz (ESP), PEUGEOT 3008 DKR Maxi, +2m39s
  4. Sébastien Loeb (FRA) / Daniel Elena (MCO), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +5m37s

 

EM DIRECTO DO BIVOUAC…

Stéphane Peterhansel (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°300)

11º na Etapa 1

“Não estive muito confiante nas dunas. O sol estava muito alto, pelo que não havia qualquer sombra no topo das dunas, tornando-as difíceis de ler. Depois deparámo-nos com um motard que tinha caído e dado que não estava com um bom feeling, decidi jogar pelo seguro. Vamos ver o que nos espera amanhã.”

Cyril Despres (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°308)

15º na Etapa 1

“Foi um começo suficientemente válido. Estive calmo e sem problemas reais e, apesar das dunas se apresentarem completamente brancas o meu feeling para com o carro foi bom. O vento soprava um pouco de areia no topo das cristas, pelo que a visibilidade não era muita. A Especial foi um pouco curta para o meu gosto, pois prefiro as longas Etapas de resistência, mas o nosso tempo à geral foi bom. Sinto-me positivo e o mais importante agora é que o Dakar está finalmente a correr-se. É ótimo estar aqui e estou ansioso para o que aí vem “.

Carlos Sainz (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°303)

16º na Etapa 1

“No cômputo geral, foi o tipo de Especial onde havia muito mais a perder do que a ganhar. Ao atacar podem ganhar-se alguns segundos ou então perder alguns minutos, pelo que decidimos proceder com cautela. O PEUGEOT 3008DKR está a funcionar bem. As coisas mais a sério começam amanhã.”

Sébastien Loeb (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°306)

29º na Etapa 1

“Foi terrível porque fiquei completamente sem travões logo após 3 quilómetros, fazendo os restantes 28 quilómetros da Especial sem conseguir travar. Tive que ir muito devagar porque era bastante complicado sobre a crista das dunas: não se podia ver a descida e era fácil cometer um erro. Foi importante não correr nenhum risco nesta situação, pelo que decidi apenas terminar a Etapa, o que realmente se tornou o meu objetivo após este problema. Chegámos ao fim, iremos resolvê-lo e amanhã será um novo começo, após o arranque difícil de hoje. Acho que é só uma questão de travões, pelo que não deve ser problemático na assistência.”

 

 

Scroll To Top