Terça-feira , Novembro 21 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Ponte de Lima marca regresso de Vitor Pascoal aos triunfos
Ponte de Lima marca regresso de Vitor Pascoal aos triunfos

Ponte de Lima marca regresso de Vitor Pascoal aos triunfos

Foi em grande ambiente de festa que a bonita vila de Ponte de Lima acolheu a caravana do Campeonato de Ralis Norte. Muito público ao longo das espectaculares classificativas e na zona circundante ao centro operacional do rali foram a tónica para uma prova bem disputada que teve na dupla Vitor Pascoal / Luis Ramalho, os vencedores finais.
Com uma pouco habitual classificativa nocturna a abrir a prova, Fernando Peres assumia-se como candidato ao triunfo. Navegado por Emanuel Gonçalves, o piloto do Porto vencia a primeira passagem pelo troço “Ponte de Lima 1” colocando-se na liderança. No entanto, para Peres, o início do segundo dia trazia ao Mitsubishi inúmeros problemas eléctricos levando a dupla a cair várias posições na classificação.
Quem melhor aproveitou os problemas de Peres foi Vitor Pascoal. Depois de conseguir o segundo melhor registo na classificativa nocturna, o piloto do “Baião Rally Team” começava o segundo dia ao ataque, aproveitando da melhor forma as evoluções feitas no seu Mitsubishi para chegar o topo da tabela de tempos. Pascoal, acompanhado por Luis Ramalho, vencia três das cinco classificativas do dia obtendo desta forma uma confortável vantagem que iria culminar com a vitória no rali.

Para a segunda posição duas equipas travaram uma enorme luta. O vianense João Traila, navegado por Duarte Costa começava com o 3º posto (após os problemas sentidos por Fernando Peres) atrás da dupla espanhola Pedro Tapia / Marcos Gude. Porém, Traila impunha-se em “Cerquido 1” subindo ao segundo posto, para no troço seguinte “Ponte de Lima 2”, Pedro Tapia recuperar o lugar, posição que segurou na segunda passagem por “Calheiros”. Mas João Traila parecia apostado em conseguir um resultado brilhante neste rali e, aproveitando o maior conhecimento do troço do Cerquido” efectuava a segunda passagem completamente ao ataque, conseguindo o segundo melhor registo da geral. Este resultado permitiu ao piloto de Viana do Castelo subir ao segundo lugar, batendo Tapia por apenas meio segundo.

A quarta posição ficou para Fernando Peres que, depois dos problemas sentidos, ainda consegiu recuperar, vencendo “Cerquido 2” e colocando-se na frente de Nuno Cardoso e Telmo Campos, a encerrarem o top 5.
Herculano Antas e Luis Silva colocaram o seu Citroen C2 R2 Max no sexto lugar final, vencendo entre os carros de duas rodas motrizes.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

Texto e Photos por Miguel Castro(mscfotorali)

 

Scroll To Top