Sexta-feira , Maio 25 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Pontus Tidemand dominou em Portugal
Pontus Tidemand dominou em Portugal

Pontus Tidemand dominou em Portugal

Dominador do início ao fim, Pontus Tidemand aproveitou o último dia do Vodafone Rally de Portugal para tornar a sua vitória no WRC2 categórica. O piloto oficial da Skoda bateu Nicolas Fuchs, também com um Fabia R5, por 1m28,8s, e deixou Marius Aasen, em carro igual, no último lugar do pódio a 3m19,7s.

Tidemand liderou praticamente em todas as especiais. Só não fez o pleno porque no penúltimo dia teve um furo na roda traseira direita do Skoda e caiu para o segundo posto. O percalço não foi mais do que isso e no troço seguinte, Amarante 2, voltou ao primeiro lugar e não mais o largou.

Com a questão do vencedor praticamente decidida, as atenções no derradeiro dia de prova voltaram-se para a luta pelo terceiro lugar. Marius Aasen, Scott Pedder e Miguel Campos entraram para as últimas classificativas com a esperança de ficar no pódio. Mas se o português ficou logo de fora dessas contas nos dois primeiros troços da manhã, Aasen e Pedder lutaram até ao fim.

O australiano esteve sempre à frente e conseguiu segurar o resultado por apenas 0,2s. Aasen fez um esforço final na segunda passagem por Fafe mas não foi suficiente para chegar ao pódio.

Tempestini vence entre os WRC3

O italiano Simone Tempestini obteve a vitória no Vodafone Rally de Portugal na categoria WRC3. Segundo classificado à partida para o último dia, beneficiou dos problemas de Martin Koci para vencer. O eslovaco teve problemas de suspensão logo no primeiro troço da etapa e uma fuga de óleo que aumentou.

Cada vez mais lento, Koci ainda segurou a segunda posição e deixou Terry Folb no terceiro posto.

Osian Pryce vence Fiesta Trophy após abandono de Bernardo Sousa

O final da primeira prova do Drive DMack Fiesta Trophy foi dramático. Líder com mais de 40 segundos à entrada da última especial, Bernardo Sousa não conseguiu chegar ao fim. O piloto madeirense capotou o seu Ford Fiesta R2 já perto do controlo de chegada e abandonou.

Com a desistência de Sousa, Osian Pryce subiu ao lugar mais alto do pódio e obteve o primeiro triunfo nesta competição monomarca. O britânico ganhou com quase dois minutos de vantagem para Max Vatanen que em 2015 tinha sido o vencedor da prova no DDFT. Nicolas Ciamin completou o pódio.

 

Scroll To Top