Segunda-feira , Junho 25 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Porém bisa em Portalegre e Barbosa é campeão
Porém bisa em Portalegre e Barbosa é campeão

Porém bisa em Portalegre e Barbosa é campeão

Ricardo Porém, em Toyota Hilux, foi o vencedor da 29ª edição da Baja Portalegre 500. O piloto de Leiria repete o feito alcançado em 2014 e obtém a segunda vitória da carreira na mítica prova de TT organizada pelo Automóvel Club de Portugal. Miguel Barbosa acabou em segundo. Com esse resultado, o piloto do Mitsubishi Racing Lancer conquistou o título de campeão nacional pela sétima vez. João Ramos completou o pódio.

A prova foi totalmente dominada por Ricardo Porém. O jovem piloto assumiu a liderança logo no prólogo e estabeleceu o melhor tempo em todos os sectores selectivos. Miguel Barbosa partiu para esta competição mais preocupado em conquistar o campeonato e imprimiu um ritmo que lhe permitisse controlar Nuno Matos e Hélder Oliveira, os adversários que chegaram a Portalegre com possibilidades de disputarem o título. Com esta postura, andou sempre nos lugares do pódio e apesar das dificuldades de tracção sentidas no derradeiro sector selectivo, cumpriu os quase 500 quilómetros em segundo, a 10m54s do vencedor.

O terceiro classificado foi João Ramos. O piloto da Toyota Hilux começou entre os melhores e no final do dia de ontem ocupava o segundo lugar da geral. Mas atrasou-se na manhã de hoje. Duas saídas de pista e um furo fizeram-no cair na classificação e partiu para o derradeiro sector no quinto posto. O portuense foi à procura do prejuízo e recuperou até à última posição do pódio, beneficiando dos problemas que afectaram Nuno Matos e Carlos Sousa.

O piloto de Portalegre, Matos, chegou à clássica alentejana na frente do campeonato mas não conseguiu sagrar-se campeão devido a uma desistência com problemas na caixa de velocidades do Opel Mokka Proto. Carlos Sousa, arrancou para a última parte da Baja Portalegre 500 em segundo mas perdeu tempo com problemas na correia da bomba de água do Mitsubishi ASX Racing e não conseguiu melhor do que o sétimo posto. Ainda não foi desta que o consagrado piloto alcança o triunfo na mais antiga prova de TT realizada em Portugal.

Hélder Oliveira acabou em quarto e fechou o ano em terceiro do campeonato. Boris Garafulic estreou-se em Portalegre com o quinto posto da classificação absoluta.

César Sequeira sagra-se campeão de T2 em casa

A Baja Portalegre 500 foi palco da discussão do título na categoria T2. César Sequeira partiu para a prova na liderança do campeonato mas sabia que era preciso cautela porque em três participações anteriores só tinha terminado uma “e com problemas”, exclamou. O piloto da Isuzu D-Max ficou em segundo atrás do vencedor, Edgar Condenso, e assegurou a vitória na competição. No Desafio Mazda, João Rato foi o mais forte. O piloto venceu a competição e somou a isso a vitória no evento nacional à frente de Alexandre Mota e de Pedro Dias da Silva.

Concluída a 29ª edição da Baja Portalegre 500, o Automóvel Club de Portugal já prepara a próxima prova, a grande festa do TT em Portugal, as 24 Horas TT Vila de Fronteira que se realizam entre 26 e 29 do próximo mês.

 

Scroll To Top