Terça-feira , Outubro 17 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Portugal brilha na 5ª posição
Portugal brilha na 5ª posição

Portugal brilha na 5ª posição

Com condições totalmente distintas dos dois dias anteriores e com um percurso totalmente novo a 91ª edição dos International Six Days Enduro que se está a realizar na província espanhola de Navarra voltou a mostrar uma selecção nacional sénior bastante forte e potencial candidata a um lugar entre as três melhores equipas naquela que é a mais importante competição do enduro mundial.

Com a chegada da chuva ao final do dia de ontem e com um piso totalmente distinto face aos dois dias anteriores o quarteto luso composto por Luis Correia, Diogo Ventura, Luis Oliveira e Gonçalo Reis voltaram a efectuar uma excelente jornada com Luis Correia a ser a grande figura da equipa ao vencer duas das seis especiais realizadas, a terceira e a quinta do dia, para fechar este terceiro dia com o segundo posto a nível individual para ser agora o sexto classificado na geral individual dos três dias de competição já realizados.

Este terceiro dia foi composto por uma dupla passagem a um percurso com cerca de 140 quilómetros com três especiais cronometradas em cada passagem e depois de ter brilhado no piso seco dos dois primeiros dias o campeão nacional de enduro mostrou-se ainda mais forte com o piso enlameado e na companhia da chuva que se fez sentir ao longo de muitas das oito horas de corrida que todos tiveram novamente que realizar.

Com todos os seus quatro pilotos entre os primeiros 40 da geral após a primeira metade destes ISDE a equipa lusa viu hoje Luis Oliveira ser o 15º na geral individual, Diogo Ventura foi o 34º e Gonçalo Reis o 39º, todos eles mostrando a qualidade do enduro luso e ajudando a que a quinta posição na classificação por equipas seja um brilhante quinto posto.

Nos Júniores o dia ficou marcado pelo abandono de João Vivas, vitima de um problema eléctrico na sua moto quando também ele estava a mostrar um excelente nível nas especiais. Diogo Vieira foi o 85º no final do dia e André Mouta o 96º. Globalmente a equipa Júnior desceu na classificação por força do abandono do azarado Vivas e ocupa agora a 17ª posição, um resultado que mesmo assim é bastante positivo pois todos os três pilotos da equipa participam pela primeira vez nesta prova bem especial.

Amanhã a caravana irá percorrer novamente o mesmo percurso, com mais seis especiais em agenda, naquele que será o arranque da segunda e decisiva metade destes ISDE onde Portugal continua a estar em plano de destaque.

Classificação individual após o 3º dia

1º Taylor Robert – KTM com 1h59m39.00s
2º Daniel Sanders – KTM a 19.52s
3º Josep Montaña – Husqvarna a 43.15s
4º Giacomo Redondi – Honda a 58m39ss
5º Kailub Russell – KTM a 1m08.99s
6º Luis Correia – Beta a 1m09.91s
23º Luis Oliveira – Yamaha a 4m36.30s
37º Diogo Ventura – Gas Gas a 6m13.29s
38º Gonçalo Reis – KTM a 6m19.79s
115º Diogo Vieira – Beta a 15m01.52s
146º André Mouta – KTM a 18m16.26s

Classificação geral (após 3º dia)

Troféu Mundial
1º Estados-Unidos com 8h08m42.94s
2º Itália a 1m35.88s
3º Espanha – a 1m44.77s
4º Grã-Bretanha a 3m12.64s
5º Portugal a 7m59.15s

Troféu Júnior
1º Suécia com 6h12m19.91s
2º Estados-Unidos a 1m55.60s
3º Itália a 3m30.51s
4º França a 6m17.08s
5º Finlândia a 7m51.23s
17º Portugal a 2h44m24.20s

NOTA: classificações provisórias

 

Scroll To Top