Quinta-feira , Setembro 21 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Portugal começa em sexto no ISDE 2015
Portugal começa em sexto no ISDE 2015

Portugal começa em sexto no ISDE 2015

Começou hoje em Kosice na Eslováquia a edição 2015 dos International Six Days Enduro. Pela frente as 23 selecções presentes na prova, entre elas Portugal, tiveram que enfrentar um dia de competição composto por duas voltas a um percurso com 137 quilómetros onde estavam desenhadas as duas especiais Enduro e a especial Cross que definiram a classificação final no dia de abertura da 90ª edição dos ISDE.

Um dia que correu de feição à equipa portuguesa que terminou a jornada na sexta posição entre as selecções presentes após oito horas de corrida em que todos os seus elementos se mostraram bastante rápidos e acima de tudo muito seguros do seu ritmo ao longo das especiais. Um nível prestacional muito equilibrado que permite à selecção nacional estar na frente de equipas com um palmarés bastante mais recheado, como é o caso da Grã-Bretanha ou a Finlândia, esta uma das selecções com melhor palmarés nas duas últimas décadas de ISDE.

Individualmente todos os pilotos lusos se colocaram entre os 20 melhores nas suas classes sem qualquer problema – com excepção do menos experiente João Lourenço – com Luís Oliveira a ser décimo na Enduro 1 e o estreante Joaquim Rodrigues a conseguir um muito positivo 13º posto entre os 59 pilotos da classe que concluíram o dia já que se registaram quatro abandonos na classe.
Nas especiais a melhor de Luís Oliveira foi logo a primeira, onde foi o sexto mais rápido, sendo a pior especial do piloto de Belas a segunda Enduro com a 13ª posição, uma especial com mais de  mais de nove minutos de duração para todos os pilotos. Joaquim Rodrigues, que faz a sua estreia nos ISDE, sentiu-se mais confortável na Cross Test e conseguiu na primeira passagem pela mesma, a fechar a primeira volta, o décimo melhor tempo.

Entre os três pilotos nacionais na Enduro 2 o melhor neste primeiro dia de prova foi Diogo Ventura. O piloto de Góis terminou o dia na 15ª posição da classe fruto de uma primeira volta mais produtiva que a segunda. Ventura conseguiu ser o oitavo mais rápido logo na primeira especial da manhã, a única em que esteve entre os dez melhores. No final ficou imediatamente à frente de Gonçalo Reis, o 16º neste primeiro dia entre a muito concorrida classe Enduro 2 que viu 76 pilotos atingirem novamente o parque-fechado, depois do abandono de apenas um concorrente.
Reis conseguiu um 11º tempo no fecho da primeira volta como melhor resultado do dia. Na mesma classe está o estreante João Lourenço que no seu primeiro dia nos ISDE foi 54º após uma ronda em que foi crescendo para conseguiu a sua melhor prestação do dia precisamente na derradeira especial quando foi 50º.

A solo na classe maior está Luís Correia que mostrou neste primeiro dia estar em excelente forma. O piloto ribatejano fechou o dia no terceiro posto da classe e foi mesmo o mais rápido na categoria nas duas derradeiras especiais do dia para mostrar à concorrência que está na Eslováquia para lutar pela vitória individual na classe. Correia esteve sempre entre os dez melhores ao longo das seis especiais e apenas na segunda especial ficou fora dos cinco primeiros ao ser sétimo.

Portugal começou assim da melhor os ISDE 2015 e depois deste primeiro confronto com a concorrência os pilotos portugueses vão procurar manter o mesmo ritmo e nível de resultados já amanhã quando voltarem precisamente ao mesmo percurso e especiais. Serão novamente duas passagens pelas mesmas especiais – já bastante marcadas pela passagem das motos neste primeiro dia – o mesmo se passando com os 137 quilómetros de percurso que serão novamente percorridos por duas vezes.

Classificação (após 1º Dia)

1º Estados-Unidos com 3h42m49.48s; 2º Austrália a 1m14.17s; 3º França a 1m31.70s; 4º Espanha a 2m29.82s; 5º Itália a 4m20.09s; 6º Portugal a 5m08.34s; 7º Grã-Bretanha a 5m38.16s; 8º Finlândia a 6m32.59s; 9º Alemanha a 9m44.37s; 10º Républica Checa a 10m17.22s.

Nota: Na classificação por nações são contabilizadas as prestações dos cinco melhores pilotos de cada selecção.

Classificação Individual Portugueses

Enduro 1
10º Luís Oliveira – Yamaha; 13º Joaquim Rodrigues – KTM

Enduro 2
15º Diogo Ventura – Gas Gas; 16º Gonçalo Reis – KTM; 54º João Lourenço – Kawasaki

Enduro 3
3º Luís Correira – Beta

 

Scroll To Top