Domingo , Dezembro 17 2017
ÚLTIMAS
Home / MONTANHA / Problemas impedem PRMiniracing de lutar pela vitória
Problemas impedem PRMiniracing de lutar pela vitória

Problemas impedem PRMiniracing de lutar pela vitória

Teve lugar no passado fim-de-semana, em Murça, a 6ª prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017.

Tal como se adivinhava, o calor marcou uma vez mais presença, com as temperaturas a ultrapassarem os 30º C, o que dificultou a tarefa dos Pilotos e das suas Equipas, bem como as mecânicas dos carros para ultrapassarem com distinção as inúmeras e fantásticas curvas deste traçado. O Team PRMiniracing não foi excepção, sendo obrigado a encontrar forma de ultrapassar mais este desafio.

RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 102

Rui Ramalho depois de 3 vitórias em 5 possíveis e líder do Campeonato, apresentava-se nesta prova com o único objectivo de lutar pela vitória. Assim, com esse objectivo em mente, o Piloto do Porto e sua Equipa, prepararam uma vez mais esta prova com o afinco que lhes é reconhecido, mesmo tendo em conta que o traçado sinuoso em questão não era dos mais favoráveis ao Osella PA2000 EVO2.

No sábado, durante as 2 subidas de treinos Rui Ramalho e os elementos técnicos da sua Equipa levaram a cabo diversos ajustes de suspensão, com o intuito de melhorarem o “grip” do seu Osella que reagia bruscamente às irregularidades do traçado, trabalho esse bem sucedido, permitindo ao piloto melhorar substancialmente o seu tempo na 1ª subida de prova de sábado, ficando acerca de 2,5 segundos do melhor registo e destacado na 2ª posição provisória para as 2 derradeiras subidas de prova de Domingo. Com diversas situações de pilotagem a melhorar da sua subida de sábado, tudo estava em aberto para recuperar esses preciosos segundos e com isso uma vez mais lutar freneticamente pela vitória, infelizmente, no arranque para a subida matinal de “warm up” de Domingo, um percalço técnico no motor do Osella PA2000 EVO2 impediram por completo Rui Ramalho de levar a cabo a sua restante prova. Foi um final prematuro e inglório, mas que neste desporto infelizmente faz parte do mesmo.

“Obviamente que esta percalço me deixou agastado por me impedir de lutar uma vez mais pela vitória, ainda para mais num traçado que mesmo não sendo o mais adequado ao meu Osella me agrada bastante. Assim sendo, este resultado nulo deste fim-de-semana será para já o resultado que colocarei fora das contas do Campeonato, uma vez que dos 8 resultados possíveis, apenas 7 serão contabilizados nas contas finais. Mesmo assim mantenho a liderança do Campeonato, agora com uma vantagem escassa de 3 pontos, o que faz com que as 2 derradeiras provas que restam realizar após este interregno de férias sejam encaradas por mim com uma redobrada atenção. Felizmente os traçados da Sr.ª da Graça e de Boticas são do meu inteiro agrado, onde o ano passado andei muito bem. Gostaria ainda de enaltecer o árduo trabalho levado a cabo pela minha Equipa na tentativa de recuperar no local a avaria do motor, mas que por motivos de segurança e fiabilidade do motor, em conjunto, decidimos não arriscar a dispendiosa unidade motriz do PA2000 EVO2. Regressaremos mais fortes com certeza após este interregno para férias e mais motivados do que nunca para lutar pelas vitórias !”

PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (CN) # 103

Paulo Ramalho apresentou-se nesta prova com o objectivo de lutar mais uma vez por um dos lugares do pódio e depois de uma 1ª subida de treinos tradicionalmente cautelosa, o Piloto mais velho da PRMiniracing solicitava à sua Equipa idênticas alterações de suspensão no seu Osella PA21S EVO, já que o mesmo tinha reacções bruscas à irregularidade do traçado e às suas bermas pronunciadas. Após estes ajustes, Paulo melhorou imediatamente o seu tempo na subida de treinos seguinte, ascendendo à 4ª posição provisória, posição essa que manteria na derradeira subida de prova de sábado, deixando-o a menos de 8 décimas de segundo da 3ª posição, o que deixava tudo em aberto para Domingo a tentativa de alcançar o seu objectivo pessoal. Infelizmente o percalço técnico no Osella do seu irmão Rui logo na manhã de Domingo, deixavam o piloto e mentor da PRMiniracing bastante agastado com a situação, preocupado e concentrado no trabalho que os técnicos da sua Equipa desenvolviam na tentativa de recuperar o motor do Osella do seu irmão, fazendo com que o seu desempenho passasse para 2º plano. Estes momentos de stress afectaram indiscutivelmente a sua performance na 2ª subida de prova, deixando-o agora acerca de 9 décimas de segundo da 2ª posição. Para a derradeira subida de prova e após ter em conjunto com a sua Equipa decidido não arriscar a vida útil da unidade motriz do Osella do seu irmão, Paulo tinha agora duas possibilidades, ou manter o ritmo desmotivado que apresentou durante grande parte de Domingo ou “virava o jogo” e lutava arduamente pela 2ª posição…

“Efectivamente foi um fim-de-semana bastante duro para mim, pois em termos pessoais não estou preparado fisicamente à data para suportar de uma forma confortável os esforços laterais que este traçado impõe ao Osella PA21S EVO, causando-me desconforto físico e com isso a natural reacção de ser mais lento. A somar a este handicap pessoal e que esperemos seja rapidamente ultrapassado, o facto ocorrido com o meu irmão desconcentrou-me por completo, desmotivando mesmo a minha participação para a derradeira subida de prova, contudo e depois de um momento muito pessoal de introspecção conclui que tinha como obrigação pessoal demonstrar ao meu irmão e restante Equipa de que são nestes momentos de adversidade que nos deveremos reerguer e lutar por aquilo que pretendemos alcançar, portanto, foi em modo de superação pessoal que levei a cabo a derradeira subida de prova, com um esforço físico para além daquilo que estava preparado, mas que me permitiu alcançar a 2ª posição, retirando cerca de 3,5 segundos ao tempo anterior, batendo inclusive o meu record pessoal neste traçado. Este resultado é dedicado ao meu irmão e a toda a Equipa que trabalharam uma vez mais arduamente, servindo-lhes como exemplo de resiliência, luta e superação. Com este resultado, reforcei a minha 3ª posição no Campeonato, o que me deixa bastante satisfeito. Parabéns ao vencedor, Pedro Salvador e ao meu adversário directo, Hélder Silva, pela disputa aguerrida pela 2ª posição proporcionada.  Agora é tempo de trabalhar afincadamente na manutenção dos Osella´s para as 2 derradeiras provas que faltam disputar em Setembro e no que respeita a mim, regressar ao ginásio para fortalecer o corpo e já agora a mente para a recta final do Campeonato que se adivinha imprópria para cardíacos.”

APF_5367

 

Scroll To Top