Sábado , Novembro 25 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Problemas mecânicos afastam Cardeira do pódio
Problemas mecânicos afastam Cardeira do pódio

Problemas mecânicos afastam Cardeira do pódio

Rafael Cardeira terminou no quarto lugar o Rali de Castelo Branco, prova pontuável para o Challenge DS3 R1. O piloto voltou a ser afetado por problemas mecânicos mas conseguiu levar o Citroën DS3 até final, concluindo assim a sua primeira prova em 2015.

Depois de uma Super-Especial onde entrou com muita cautela, Rafael Carreira partiu para a segunda especial do Rali com uma errada escolha de pneus o que fez com que o andamento tivesse de ser obrigatoriamente moderado. “As péssimas condições meteorológicas não nos ajudaram a esquecer o que se havia passado em Guimarães e a ganhar confiança. Não fomos felizes na escolha dos pneus e isso só acabaria por ser corrigido na 5.ª especial, já da parte da tarde”, afirmou o piloto.

Na prática, Rafael Cardeira só conseguiu estar com a viatura a 100% na quinta especial do Rali, onde obteve o terceiro lugar. “Só me senti realmente confiante nessa especial. Dei tudo o que tinha e tendo em conta a falta de ‘ritmo de competição’ acho que acabou por ser um bom tempo. Se conseguíssemos andar sempre assim tenho a certeza que as coisas iam melhorar e nos poderíamos tentar aproximar dos pilotos da frente. Porém, logo na especial seguinte, com cerca de 30km, senti um apoio partido e tivemos de diminuir novamente o andamento e seguir num ritmo calmo para tentar terminar a prova”.

O Challenge DS3 R1 só regressa à estrada em meados de junho, no Rali de Monchique. Até lá, o piloto e a sua equipa irão trabalhar para otimizar alguns pormenores que falharam até agora para que ainda seja possível entrar na discussão pelas vitórias nos quatro ralis que faltam até final da época. Rafael Cardeira irá ainda continuar a procurar garantir parceiros que o ajudem a reunir o orçamento necessário para cumprir a época até final.

O jovem piloto aproveitou para agradecer o apoio de todos os patrocinadores e parceiros que o apoiaram até agora. “Não posso deixar de agradecer à MMR, RESOM, Plimat, Moldata, Mafepre, Herbalife, MiniShop Portugal e Lizsport por todo o apoio que me tem sido dado. Agora resta continuar a trabalhar para garantir a época”.

 

 

Scroll To Top