Terça-feira , Agosto 21 2018
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / Ralicross de Lousada com muita emoçao
Ralicross de Lousada com muita emoçao

Ralicross de Lousada com muita emoçao

Em Abril águas mil… diz o povo na sua sabedoria. e esta prova foi um bom exemplo disso. Um Sol Primaveril (nfelizmente raro) alternou com uma chuva invernosa, que apesar de tudo não afastou o público do Eurocircuito da Costilha, onde o Clube Automóvel de Lousada organizou a primeira jornada do Campeonato… e que jornada!

Tempos e classificações: http://kronoracing.com/resultados/2016?id=32

Corrida 4

Kartcross

1ª Serie

Nuno Godinho (Semog Bravo) até partiu bem, mas a curva um fez a diferença e aí foi Mário Rato (Semog) quem levou a melhor.

José Luís Pereira perdeu o controlo do AG Sport entre a curva quatro e o gancho e acabou com o kartcross “encavalitado” no talude. A prova terminava aí.

Nuno Godinho (Semog Bravo) e Tiago Freitas (HSport), respectivamente, ficam envolvidos na luta pela segunda posição.

2ª Serie

Nuno Bastos (ASK EVO) chegou à frente à curva um, mas como foi por fora, perdeu duas posições. Jorge Francisco (Semog Bravo SE) foi quem levou a melhor e passou para frente.

João Matias, na travagem para o gancho que antecede a recta da meta atravessou-se, o S Sport foi à lama a prova acabou aí.

Entretanto Nuno Bastos sobe uma posição, vai para segundo, por troca com Artur Monteiro (AG Sport).

Pedro Rabaço (HSport) e Joaquim Oliveira (AG Sport) completam o grupo dos cinco da frente.

3ª Serie

Alexandre Borges fura pelo meio, vem da segunda linha para frente da corrida, logo na curva um Luís Almeida assume o comando.

Sérgio Bandeira ((Semog) é o segundo e trás uma sombra colada à traseira, chamada Pedro Rosário (Semog Bravo ER).

O Sol aparece e o público agradece as atravessadelas e piões que o piso molhado proporciona.

Luís Almeida vê o motor do Smog ER calar-se à entrada da recta da meta.

Sérgio Bandeira recebeu uma bandeira de advertência por uma irregularidade na partida e seguiu para o paddock.

Pedro Rosário agradece e assume o comando que lhe dá a vitória. Pedro Palma (Semog) vai para segundo, à frente de Bernardo Maia (JRS)

Super 1400 – Iniciação

1ª Serie

Leandro Macedo (VW Polo) assumiu o comando logo na partida e assim foi, até ao momento de ir à Joker Lap.

Santinho Mendes (Peugeot 205) fica a discutir o primeiro lugar com Rafael Rocha (Peugeot 106), até que no gancho passa por fora, Rocha fecha demasiado a curva, vai ao talude e perde tempo.

Santinho Mendes vai à Joker e Leandro Macedo regressa ao comando da prova.  A classificação estava encontrada.

2ª Série

Pedro Pereira (Renault Clio) foi para a frente da corrida. Andreia Sousa (Toyota Starlet) fez pé firme e colocou-se à frente de Francisco Silva (Citroen Saxo VTS). Pouco depois, Silva recuperava o segundo posto.

Depois de encerradas as idas à Joker Lap, Pedro Pereira fica na cabeça da prova, mas Francisco Silva termina colado.

Super Nacional 2RM

1ª Série

Tiago Alexandre (Peugeot 306) foi o mais rápido no arranque. No final da primeira volta era Sérgio Dias (Citroen Saxo) quem protagonizava a oposição. Na ida à Joker Lap perdeu dois lugares de uma assentada.

Agora é Luis Morais quem é segundo.  Vai à Joker e Luís Moreira sobe para a vice-liderança. Logo de seguida essa lugar era de Rogério Sousa, que com um ou outro toque à mistura recupera o posto.

Vera Cardoso leva o Fiat Uno à quinta posição.

2ª Série

Miguel Nunes arrancou mal e encostou na curva um. Algo não estava bem no Peugeot 306. Magda Oliveira (Peugeot 106) assumiu o comando, mas perdeu-o logo na mesma curva devido a um meio pião.

Celmo guicho (Renault Clio) seguiu para frente da corrida e por lá foi ficando, com Rogério Sousa (Citroen Saxo) a segui-lo.

Magda Oliveira subiu até ao terceiro posto, ficou à frente de Patrícia Pereira (Renault Clio Williams) e assim foi a melhor senhora.

3ª Série

João Oliveira (Peugeot 206) soma e segue. Dominou a corrida a seu bel-prazer.

José Sousa (Peugeot 306) era segundo e assumiu momentaneamente o primeiro lugar, enquanto Oliveira foi dar a volta maior., mas logo de seguida tudo regressava à primeira forma.

Arlindo Martins (Peugeot 306) foi terceiro, à frente de Hugo Santos (Honda Civic Type R).

Super 1600

1ª Corrida

Quatro na curva um, ninguém quer levantar o pé, mas passam todos. Na curva dois já não é assim: Hélder Ribeiro (Citroen C2 S11600) toca em Mário Teixeira (Ford Fiesta S1600) e os dois perdem um tempo infindo para regressar à prova.

Joaquim Machado (Peugeot 206 S1600) coloca-se na frente, Ricardo Soares (Citroen Saxo S1600) é o segundo. Na classificação final o terceiro posto ficou para Hélder Ribeiro.

2ª Corrida

Bruno Gonçalves (Citroen Saxo S1600) partiu na frente. João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) tentou colocar o carro por dentro, mas já la estava o corrector, deu para seguir em prova, mas não deu para concluir a primeira volta.

José Artur Teixeira (Citroen C2 S1600) fica no segundo posto, com uma troca ou outra à mistura, com José Eduardo Rodrigues o jovem que vem da Super 1400 – Iniciação e é terceiro nesta corrida.

Super Car

1ª serie

Prova que se resume em poucas palavras, com as qualificações já garantidas e toda a gente a preferir guardar as mecânicas para as finais. Assim sendo:

Ford Focus X Citroen Saxo Bi-motor = a Joaquim Santos em primeiro e Daniel Costa em segundo (primeiro da Divisão 2).

 

Kartcross

1ª Serie

Mário Rato (Semog) soma e segue. Coloca-se na frente e deixa a concorrência a discutir o segundo posto.

Pedro Rosário (Semog Bravo ER)encabeça o pelotão e na frente vai-se conseguindo destacar e chega-se ao líder.

Nuno Godinho (Semog Bravo) tem um desempenho semelhante para a terceira posição e a animação agora está centrada na luta pelo quarto lugar, com Tiago Freitas (HSport) a levar a melhor sobre Alexandre Borges (JB Racing)

2ª Serie

Nuno Bastos (ASK EVO) assumiu a liderança logo no arranque, mas trazendo Mauro Reis (HSport) logo atrás. Mas uma atravessadela na entrada do gancho da entrada da recta da meta atrasa-o e Bastos fica mais isolado na frente.

Jorge Francisco (Semog Bravo ER) desenvencilha-se dos adversários e fica na segunda posição, lá mais para trás tudo está mais confuso. Nelson Rocha (Semog Bravo) é terceiro depois de várias lutas, termina à frente de António Silva (AG Sport).

3ª Serie

Fruto de uma boa partida, Sergio Bandeira (Semog) colocou-se na frente. Lá mais atrás, um toque deixava José Luís Pereira (AG Sport) e Hélder Almeida (JRS EVO), que vinha da terceira linha, fora de combate logo na curva um.

José Mota (Semog Bravo) fazia parte do grupo da frente, mas também ele não escapava a um toque que o deixava fora de combate.

Sérgio Bandeira (Semog) força para manter o primeiro lugar, mas não vai mais longe do que a saída de a curva quatro.

Artur Monteiro (AG SPort) lidera, agora muito pressionado por Sérgio Castro ASK Honda EVO), que acaba por desistir na última curva.

 

Super 1400 – Iniciação

1ª Serie

Santinho Mendes (Peugeot 205) arrancou, mais uma vez, bem e colocou-se na frente. Parecia tudo dominado, até que uma atravessadela à entrada da recta da meta, quase o coloca fora de prova. É apanhado por Pedro Pereira (Renault Clio) e Rafael Rocha (Peugeot 106), há alguns toques à mistura e Santinho corta a meta em primeiro.

2ª Serie

Leandro Macedo (WV Polo) arrancou mais uma vez bem e cedo se colocou na liderança.  Com as Joker Lap a ordem da classificação mudou e Francisco Silva (Citroen Saxo VTS) assumiu o comando.  Foi assim até que jovem do Citroen teve que ir pelo caminho longo e Macedo recuperou.

Andreia Sousa (Toyota Starlet) rodou na terceira posição.

Super Nacional 2RM

1ª Serie

Tiago Alexandre (Peugeot 306) começou na frente, com Celmo Guicho (Reanult Clio) a pressionar. Pouco depois era o homem de Vila Real quem liderava. José Sousa (Peugeot 306) vinha em segundo, Luís Moreira em terceiro e Tiago Alexandre era quarto.

As idas à Joker Lap baralharam as coisas mais um pouco e Tiago Alexandre recuperou o primeiro lugar, seguido de Celmo Guicho e de José Sousa.

Vera Cardoso (Fiat Uno) foi a senhora que lutou no meio dos homens, certamente a preparar a participação nas RX1000 Series.

2ª Serie

Partida animada. Com Miguel Nunes (Peugeot 306) e Rogério Sousa (Citroen Saxo), a par na curva um. Ninguém queria levantar o pé, mas na curva dois não dá para essas coisas e Sousa, por fora, tem que ceder.

Luís Morais (Peugeot 106) passa pelo segundo posto, mas depois das Joker Lap é Rogério Sousa (Citroen Saxo) quem a vice-liderança, por troca com Luís Morais (BMW 325).

A luta pela melhor concorrente feminina está ao rubro. Trocas de posição q.b. para animar a prova, Magda  Oliveira (Peugeot 106) levou a melhor sobre Patrícia Pereira (Reanult CLio Williams)

3ª Serie

João Oliviera (Peugeot 206) arrancou na frente e deixou os outros a discutirem. Hugo Santos (Honda Civic Type R) era segundo e Sérgio Dias (Citroen Saxo) ia-lhe dando uns “toquesitos” para o recordar que estava a postado em ser segundo. Conseguiu os intentos no gancho que dá acesso à recta da Meta.

Arlindo Martins (Peugeot 306) foi o quarto classificado nesta corrida. Que só ficou decidida na última volta.

 

Super 1600

1ª Serie

João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) foi o mais rápido, numa partida completamente falhada por Mário Teixeira (Ford Fiesta S1600), que nem sequer chegou a arrancar.

O trio da frente fica assim a rodar compacto, Joaquim Machado (Peugeot 206 S1600) em segundo e José Artur Teixeira em terceiro (Citroen C2 S1600).

O trio transformou-se em dueto, quando João Ribeiro ficou pelo caminho. Os dois homens da casa ficam a discutir o primeiro posto. Joaquim Machado leva a melhor sobre José Artur Teixeira.

2ª Serie

Bruno Gonçalves (Citroen Saxo S1600) arrancou na frente, mas não teve um segundo de descanso, numa espécie de serenata à chuva , com Ricardo Soares (Citroen Saxo S1600) a rodar colado.

As idas à Joker Lap voltaram a baralhar tudo… e de que maneira! Bruno Gonçalves estava a regressar à pista, Ricardo soares vem mais rápido. Não conseguem evitar o toque, o Saxo de soares dá um pinote no ar e fica pelo caminho, à entrada da curva dois.

Quem mais beneficia com a situação é Hélder Ribeiro, que mete o C2 pelo buraco da agulha e passa, seguindo para a vitória. Bruno Gonçalves ainda retomou o andamento  e foi segundo.

 

Super Car

1ª Serie

Joaquim Santos (Ford Focus Super Car) colocou-se na dianteira logo na partida. Daniel Costa (Citroen Saxo Bimotor) foi segundo e o melhor da Divisão dois. Olavo Ribeiro (Renault Clio Super Car) limitou-se a cumprir voltas e foi terceiro.

2ª Serie

Dany Moreau (Renault Clio) cumpriu a corrida para garantir a qualificação.

 

Scroll To Top