Terça-feira , Agosto 21 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Rallye da Suécia cheio de emoção mas com vencedor…habitual
Rallye da Suécia cheio de emoção mas com vencedor…habitual

Rallye da Suécia cheio de emoção mas com vencedor…habitual

A segunda prova do WRC, o Rallye da Suécia foi uma prova cheia de emoção e espectacularidade e a incerteza de quem seria o vencedor até quase aos últimos metros. A única prova do WRC disputada totalmente em pisos de neve teve de tudo….emoção,espectacularidade,incerteza e…lágrimas.

A prova sueca teve no final dos seus quatro dias competitivos quatro líderes diferentes. Na noite de quinta-feira, o sueco Tidemand surpreendeu tudo e todos e foi o primeiro líder do rali. Na etapa de sexta-feira o norueguês, terceiro pilto da VW, Andreas Mikkelsen ocupava a liderança do rali com cerca de 19 segundos de vantagem para Neuville da Hyundai. Na etapa de ontem as posições inverteram-se e o belga liderava pela margem minima de 1,5 segundos sobre Mikkelsen. À entrada do dia de hoje o norueguês entra ao ataque e vence a SS19 e recupera a liderança com três segundos de vantagem para Neuville mas com Ogier sempre à espreita. Na penultima especial do rali, Latvala vence mas Ogier termina no seu encalce com mais 9 décimas que o finlandês enquanto que Mikkelsen perde quase quatro segundos para Ogier mas ganha  1,2 s a Neuville, mantendo-se na liderança do rali. Estava tudo em aberto para a power stage e os tres da frente estavam separados entre eles por 4,6 segundos só que hoje a sorte não quis nada com o norueguês na power stage e a pressão que tinha sobre ele levou-o a cometer um erro que o fez perder muito tempo. Quem aproveitou e “voou” nesta especial foi Ogier que venceu esta especial e arrecadou mais três pontos juntando a vitória na prova sueca, secundado por 6,4s para Neuville e Mikkelsen ficando com o lugar mais baixo do pódio a quase 40 segundos de Ogier, num final inglório e injusto para este piloto que merecia aqui a sua primeira vitória no WRC, deixando-o em lágrimas no final do rali.

Com um excelente apontamento neste rali o neozelandês Paddon, que ocupou o Hyundai de Sordo que teve um acidente de bicicleta e terminou o rali na quinta posição na frente de Evans (6º), Meeke (7º) e Prokop (8º). Tanak foi o melhor representante da M-Sport, terminando num excelente 4º posto mas a  quase dois minutos e meio de Ogier. Outra surpresa, até para ele proprio, foi o holandês Kevin Abbring, que tripulou o terceiro Hyundai e sendo a primeira vez que compete neste rali alcançou um bom 11º posto na geral.

Latvala e Kubica estiveram uns furos abaixo do que é normal e tiveram imensas dificuldades neste rali terminando respectivamente no 12º e 20º posto. Neste último dia de prova um dos mais azarados acabou por ser Mads Oltsberg que perdeu muito tempo na SS19 com um problema no seu Citroen DS3 WRC mas que mesmo assim ficou em terceiro lugar na power stage, conquistando assim um ponto na Suécia.

Na WRC2, Ketomaa venceu de fio a pavio sendo secundado pelo norueguês Brynildsen a cerca de 42 segundos e do ucraniano Gorban.

No WRC3 o solitário norueguês Veiby chegou ao fim do rali tendo terminado na 22ª posição à geral.

No proximo mês de março, realiza-se o Rallye do México, em mais um rali “atípico” devido a realizar-se a grande altitude nos pisos de terra mexicanos, de 5 a 8 de março.

GERAL SUECIA FIM

WRC2 SUECIA FIM

WRC3 SUECIA FIM

Photo: @World

 

 

Scroll To Top