Quarta-feira , Setembro 20 2017
ÚLTIMAS
Home / MODALIDADES / Reaçoes dos pilotos no Red Bull Air Race Porto
Reaçoes dos pilotos no Red Bull Air Race Porto

Reaçoes dos pilotos no Red Bull Air Race Porto

Martin Sonka está de regresso ao primeiro lugar do campeonato depois de uma vitória fantástica sobre o rio Douro. Houve altos e baixos para todos os pilotos da Master Class neste domingo. Aqui ficam as opiniões sobre as suas performances.

1º Martin Sonka
“Sinto-me muito bem. Depois das últimas três corridas em que somei várias penalizações, era altura de competir de novo bem. Ganhámos e estou muito contente. O cenário é incrível e havia tantas pessoas! O nevoeiro tornou as coisas mais espectaculares e acho que é uma das corridas mais bonitas. Claro que gostaríamos de conquistar o título, mas os outros pilotos estão rápidos e com duas corridas até final, ainda há muitos pontos em discussão. Não está nada decidido e temos de esperar até ao final da temporada.”

2º Pete McLeod
“Foi muito renhido e fiz um bom tempo. O segundo lugar é bom. Consegui os pontos e preciso de continuar a subir na classificação do campeonato. Não é segredo que pensei que ia ganhar aqui. Pensei que poderia ganhar as três últimas corridas. Ainda assim estamos felizes com o segundo lugar. Foi bom.”

3º Matt Hall
“Tivemos um ano difícil desde que encontrámos um problema no tanque de combustível do MXS. Tem sido uma batalha. Fizemos alterações no avião e mudanças na equipa. Dissemos no início do ano que queríamos ir evoluindo ao longo do ano. Fiquei muito feliz por estar na final 4 e foi bom ter segurado um lugar no pódio. Ouvi que o Kirby tinha sido penalizado e pensei ‘não vamos desperdiçar, não vamos ser gananciosos, vamos ficar no pódio e ficar felizes’. Agora podemos seguir em frente.”

4º Kirby Chambliss
“Não vi nenhum vídeo, mas eles estão a ver em 1500 frames por segundo, por isso vão ver se estava a subir cedo de mais no pórtico. Não consegui perceber. Não me pareceu que estivesse. Foi uma infelicidade pois estávamos a tentar ir rápido e às vezes acontece isto.”

5º Mikael Brageot
“Estávamos a sentir-nos muito bem. Ficámos a bater à porta da final 4. Ficámos em quinto e ficámos apenas a 0.2 segundos da final 4, por isso, é promissor. Estamos a cumprir o plano desta época e estou muito feliz pelo lugar alcançado hoje. Diverti-me muito na pista. Poderia ter feito melhor na manobra de inversão vertical, mas no geral estamos satisfeitos.”

6º Yoshihide Muroya
“Estávamos felizes com o voo, foi sólido, mas é complicado ter a velocidade certa no início e eu não pude treinar bem esse aspeto, por isso tornou-se mais difícil. É uma cenário muito bonito, com milhares de pessoas. Ficar de fora da final 4 foi importante na questão do campeonato, mas veremos. Acho que poderemos fazer melhor em Lausitz. Vai ser uma boa corrida na Alemanha.”

7º Petr Kopfstein
“A pista é fácil, não é técnica e nós gostamos delas mais difíceis, onde temos de pensar um pouco mais. Aqui, os aviões mais rápidos são os que estão na frente, mas nós cometemos alguns erros. Não estamos satisfeitos com o resultado, mas a vida é assim. O Kirby está a realizar uma grande época, mas há 30 pontos em disputa nas próximas corridas e acho que podemos ficar com alguns. Não temos medo deles. Queremos voar limpo e de forma consistente, esse é objetivo. Queremos ficar no top 5.”

8º Matthias Dolderer
“Estamos a ir na direção certa. Melhorei um pouco mais aqui. Tive uma perda de sustentação na manobra de inversão vertical, o que estragou um pouco o meu tempo, mas tenho esperança para a próxima corrida. Estou ansioso por Lausitz. Uma corrida em casa é sempre especial, especialmente no estádio. Está tudo tão próximo que saio do hangar e tenhos os fãs logo ali. Não há corrida assim.”

9º Peter Podlunsek
“Claro que estou um pouco desiludido porque o voo foi muito limpo, mas não consegui a velocidade necessária para bater o Yoshi. Em geral foi bom e estou feliz por ter voado aqui. A pista é muito rápida e apreciei o voo. ”

10º Michael Goulian
“No Porto não há margem para erros. Eu fiz o que desejava e voei limpo. Em retrospetiva, talvez tenha sido pouco agressivo numa das manobras de inversão vertical e isso fez a diferença. Não esperávamos ficar de fora na ronda de 14, mas temos de seguir em frente.”

11º Nicolas Ivanoff
“A pista do Porto é muito boa e os meus amigos disseram-me que podiam sentir a velocidade ao verem a corrida onte. Mas não estou feliz com o resultado. Cometi um erro e comecei tarde a manobra de inversão vertical, por isso perdi tempo. É difícil, mas temos de nos focar na próxima corrida.”

12º Cristian Bolton
“Foi uma semana difícil, tivemos muito trabalho. Tivemos um problema com o sistema de refrigeração do motor e depois com o radio. Não foi uma boa semana, mas faz parte da aviação. Estamos felizes porque mesmo sem muito tempo na pista, conseguimos um bom tempo na ronda de 14, que tirou quatro segundos ao dos treinos livres. São emoções mistas. Tenho muita sorte em fazer parte deste desporto maravilhoso.”

13º François Le Vot
“Aqui no Porto a pista não é muito tática. É uma questão de suavidade. Tenho de admitir que gostei muito da corrida porque me senti muito confortável na pista, talvez demasiado. Evidentemente entrei de férias antes do último pórtico! Fiquei satisfeito com o meu voo, mas é uma forma de me lembrar que tenho de estar concentrado até ao fim. Mas estou no caminho certo.”

14º Juan Velarde
“Estou muito, muito desapontado, triste e frustrado. É o meu pior momento na Red Bull Air Race até agora. Vamos continuar a trabalhar no avião durante esta semana em Espanha e espero que nas duas últimas corridas estejamos novamente a desfrutar da corrida.”

 

Scroll To Top