Terça-feira , Janeiro 23 2018
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Repetir resultado é objectivo de Miguel Oliveira
Repetir resultado é objectivo de Miguel Oliveira

Repetir resultado é objectivo de Miguel Oliveira

Após um brilhante arranque de campeonato do mundo onde assinou o quarto posto final na pista de Losail no Qatar, Miguel Oliveira está já no traçado argentino de Termas de Rio Hondo onde a partir de amanhã e enfrenta a segunda prova do calendário do campeonato.

Uma das suas preferidas, a pista sul-americana recebe o campeonato do mundo pela quarta vez, sendo esta igualmente a quarta presença do piloto da KTM no traçado onde detém o recorde de melhor volta Moto3 conseguido em 2015 aos comandos da moto com que terminou o campeonato na segunda posição.

Agora, e com o quarto posto no campeonato nas suas mãos Miguel Oliveira chega com ânimo bem elevado e preparado para ao lado da equipa de Aki Ajo dar continuidade aos bons resultados e também ao desenvolvimento da KTM Moto2 estreada neste seu segundo ano no pelotão das Moto2.

“Depois do GP do Qatar o objectivo para a Argentina será tentar pelo menos repetir os lugares no ‘top cinco’. Sinto que estamos com uma confiança e uma mentalidade diferentes para enfrentar o campeonato mesmo sendo ainda muito cedo e não desejemos cometer nenhum erro. O importante para nós é somar pontos e acima de tudo recolher informação de corrida para melhorarmos a moto.”

Recordista da melhor volta de sempre aos comandos de uma Moto3 na quente pista sul-americana Miguel Oliveira sabe quais os segredos para conseguir ser veloz ao longo dos mais de 4.800 metros da pista e o que vai novamente enfrentar na primeira das duas provas da ronda americana.

“A Argentina é o circuito que possivelmente tem o traçado mais espectacular de todo o campeonato, o asfalto tem muita aderência, as condições climatéricas são por norma sempre marcadas pelo muito calor e nunca é fácil, mas estamos preparados para todos esses desafios e dar continuidade ao trabalho que fizemos no Qatar e nos testes de Inverno.”

Com um formato convencional entre sexta-feira e Domingo, o GP da Argentina pode no entanto novamente ser vitima da presença da chuva pois as previsões indicam que as corridas podem mesmo vir a ser realizadas com o asfalto molhado. A primeira saída para a pista será amanhã ás 14 horas e 55 minutos, hora de Portugal Continental.

Gil Neves

 

Scroll To Top