Quinta-feira , Outubro 18 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Ricardo Matos chega a Mortágua como líder da Taça FPAK de Ralis
Ricardo Matos chega a Mortágua como líder da Taça FPAK de Ralis

Ricardo Matos chega a Mortágua como líder da Taça FPAK de Ralis

 

Depois de uma vitória categórica no Rali Serras de Fafe, Ricardo Matos e o navegador Carlos Matos chegam ao Rali de Mortágua na frente da Taça FPAK de Ralis. Dupla do Mitsubishi Lancer Evo IX espera repetir o triunfo de 2017.

 

Na época passada, Ricardo Matos estreou-se em grande no Rali de Mortágua ao vencer a prova da Taça FPAK de Ralis de Terra na sua primeira participação no evento do Clube Automóvel do Centro. Agora, o piloto de Amarante regressa aos duros troços de terra da região como líder da nova Taça FPAK de Ralis, depois de ter ganho a competição no emblemático Rali Serras de Fafe.

“A vitória em Fafe deu-nos grande motivação e depois de termos ganho em Mortágua no ano passado, o objetivo é continuar a lutar pelos primeiros lugares”, admitiu Ricardo Matos. “Este é um rali muito duro, com troços que normalmente se apresentam bastante degradados devido à passagem dos primeiros carros e é importante ver qual a posição de partida que será atribuída aos concorrentes da Taça FPAK. Queremos, em primeiro lugar, terminar o rali e, depois, acumular uma pontuação importante que nos permita continuar na frente da Taça”.

O piloto amarantino fez questão de destacar “o importante apoio de todos os nossos familiares, amigos e patrocinadores, entre eles o Município de Amarante, que continuamos a representar com enorme orgulho um pouco por todo o país, a Soma Coordenadas e todas as outras empresas que acreditam no nosso projeto. Vamos, como sempre, tentar dignificar todas elas e dar um bom espetáculo para o público”, concluiu.

Pontuável também para o Campeonato de Portugal de Ralis, o Rali de Mortágua começa no próximo dia 27 de abril (sexta-feira) com uma novidade, a Águeda Street Stage, a que se seguirá a Super Especial citadina em Mortágua. No sábado, a prova terá um total de sete classificativas de terra, com duplas passagens pelos troços de Póvoa do Sebo (15,99 kms) e Felgueira (17,98kms), e três passagens pela especial de Gândara/Calvos (11,67 kms).

 

Scroll To Top