Quarta-feira , Outubro 17 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Ricardo Matos consegue pódio em regresso especial: “Ficou provado que Amarante vive os ralis de forma apaixonada”
Ricardo Matos consegue pódio em regresso especial: “Ficou provado que Amarante vive os ralis de forma apaixonada”

Ricardo Matos consegue pódio em regresso especial: “Ficou provado que Amarante vive os ralis de forma apaixonada”

 

Na sua estreia competitiva ao volante do Mitsubishi Lancer Evo IX, Ricardo Matos conseguiu um pódio do Grupo X5 no Rali de Amarante – Baião. Condições climatéricas dificultaram a tarefa dos pilotos em troços repletos de público.

Ricardo Matos e o navegador Carlos Matos tiveram um regresso muito especial aos ralis, disputando a última prova da temporada no Campeonato FPAK, o Rali de Amarante – Baião. Na sua primeira prova com o Mitsubishi Lancer Evo IX (depois de nos últimos anos ter utilizado um Mazda 323 GT-R), o piloto de Amarante teve de ultrapassar condições muito difíceis devido à chuva e ao nevoeiro, que tornaram os troços de terra muito escorregadios e traiçoeiros. Ainda assim, Ricardo Matos foi evoluindo a sua performance e nem um problema no seletor da caixa de velocidades, no sábado à tarde, impediu que terminasse num positivo 3º lugar do Grupo X5.

“As condições de facto eram muito difíceis, principalmente no sábado de manhã onde havia muita lama e nevoeiro. Era um desafio manter o carro na estrada. À tarde, tivemos problemas no seletor da caixa e só tínhamos 1ª, 3ª e 5ª velocidades. Descer o Fridão sem 2ª era aflitivo, principalmente para nós que só tínhamos feito cerca de 40 kms de testes com o carro e em piso seco. No fundo, este rali foi um enorme teste à paciência e à capacidade de resistência, quer dos pilotos quer dos mecânicos”, afirmou Ricardo Matos.

Sendo natural da cidade de Amarante, para Ricardo Matos foi marcante ver tantos espectadores em alguns locais emblemáticos dos ralis em Portugal. “Para um amarantino como eu é muito especial percorrer troços e locais como a Aboboreira, o gancho da Sapinha, o gancho dos 4 Caminhos e tantos outros sítios repletos de gente a puxar por nós. Ficou mais uma vez provado que Amarante e toda esta região vivem os ralis de forma apaixonada. Nós, enquanto pilotos, só temos de agradecer à Câmara de Amarante pelo apoio ao rali e a todo este público fantástico. Temos muita vontade de regressar a tempo inteiro em 2017. Vamos tentar viabilizar um projeto para o Campeonato Nacional ou, em alternativa, para o Campeonato FPAK”, revelou o piloto do Mitsubishi.

 

Scroll To Top