Quarta-feira , Setembro 20 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Rui Ramalho fecha época com vitória na Penha
Rui Ramalho fecha época com vitória na Penha

Rui Ramalho fecha época com vitória na Penha

Rui Ramalho (Juno SSE) venceu, sem surpresa, a Rampa da Penha, impondo-se de forma clara nas três subidas de prova e juntou este triunfo ao alcançado na Falperra. José Pedro Gomes venceu a categoria 6 e dessa forma resolveu a seu favor a questão do título dos clássicos.

Apesar de não ter a necessidade de correr riscos, o que sucedeu ao longo de toda a prova, face à ausência de adversários na sua categoria, os quais não passaram dos treinos de ontem, Rui Ramalho limitou-se a “cumprir calendário” e a assegurar a vitoria.
Como se esperava, em função do sucedido antes, Manuel Pereira (Mitsubishi Lancer VI) e Manuel Correia (Skoda Fabia S2000) completaram o pódio, vencendo, respectivamente, as Categoria 3 e 1.

Luís Nunes (Seat Leon) acabou por vencer a Categoria 5, depois de uma subida “no tudo ou nada”, que lhe permitiu registar o terceiro tempo, e suplantar Joaquim Teixeira (Seat Leon Super Copa) por 0,025 s. (!), pondo ponto final no domínio que o seu adversário exerceu ao longo do ano, traduzido em cinco vitórias, noutras tantas provas, já que nas outras duas primou pela ausência.

Na Categoria 6, José Pedro Gomes (Ford Escort) acabou por assegurar a vitória na prova e confirmar a conquista do título da categoria, que era o único que estava em jogo na derradeira jornada do Campeonato Nacional de Montanha.

Apesar de nos treinos Hélder Silva (BMW E21) e Aníbal Rolo (Renault 5 Turbo) terem dado a sensação que podiam contrariar o favoritismo do piloto do Ford, a realidade é que “no momento da verdade”, José Pedro Gomes foi mais forte e registou o melhor temp nas três subidas, sendo o único, da categoria, a baixar do segundo “40”.

Ainda nos clássicos, entre os participantes da Taça Nacional (1300c.c.), José Figueiredo (Datsun 1200) venceu a prova em, ans contas finais da época, o Troféu.

Com o título conquistado pelo espanhol Pedro Castañon, que venceu metade (quatro) das provas realizadas (oito), terminou uma edição do Campeonato Nacional de Montanha.

Melhores tempos da 3.a subida de prova:
1º, Rui Ramalho (Juno SSE), 1.30,436; 2º, Manuel Correia (Skoda Fabia S2000), 1.37,629 (1º da Categoria 1); 3º, Luís Nunes (Seat Leon), 1.37,770 (1º da Categoria 5); 4º, Manuel Pereira (Mitsubishi Lancer VI), 1.37,915 (1º da Categoria 3); 5º, Joaquim Teixeira (Seat Leon Super Copa), 1.38,281; 6º, José Pedro Gomes (Ford Escort), 1.38,679 (1º da Categoria 6); 7º, Luís Silva (Mitsubishi Lancer VI), 1.39,909; 7.o, Hélder Siilva (BMW E21), 1.40,590; 9º, Ricardo Gomes (Seat Leon 1.8), 1.40,812; 10º, Edgar Reis (Renault Clio RS 2000), 1.40,943. Subiram mais 16 pilotos.

Classificação final:
1º, Rui Ramalho (Juno SSE), 3.00,817; 2º, Manuel Pereira (Mitsubishi Lancer VI), 3.14,163 (1º da Categoria 3); 3.o, Manuel Correia (Skoda Fabia S2000), 3.15,475 (1º da Categoria 1); 4º, Luís Nunes (Seat Leon), 3.16,349 (1º da Categoria 6); 5º, Joaquim Teixeira (Seat Leon Super Copa), 3.16,374; 6º, José Pedro Gomes (Ford Escort), 3.16,926 (1º da Categoria 6); 7º, Luís Silva (Mitsubishi Lancer VI), 3.18,564; 8º, Edgar Reis (Renault Clio RS 2000), 3.20,769; 9º, Hélder Silva (BMW E21), 3.22,744; 10º, Ricardo Gomes (Seat Leon 1.8), 3.12,589. Classificam-se mais 16 pilotos

 

Scroll To Top