Domingo , Agosto 19 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Rui Ramalho vence Rampa Internacional da Falperra!
Rui Ramalho vence Rampa Internacional da Falperra!

Rui Ramalho vence Rampa Internacional da Falperra!

 

A Rampa Internacional da Falperra terminou com o triunfo de Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo. O piloto do Porto conseguiu o tempo total de 4:03s178, vencendo não só em termos absolutos mas também na Categoria 1. Na segunda posição ficou Paulo Ramalho em Osella PA21S Evo, ficando o vencedor do Grupo CM, João Fonseca (BRC CM05 Evo), com o degrau mais baixo do pódio.

Azarado na primeira subida, Pedro Salvador efectuou e foi o mais rápido na segunda subida de prova, mas de nada adiantou, dado ser necessário completar duas subidas oficiais para que pudesse terminar classificado.

Grande dominador da Categoria 2, José Correia foi um justo vencedor com o seu Nissan GT-R GT3, com o piloto da JC Group a finalizar a prova com o tempo total de 4:35s892. Gonçalo Manahu foi segundo com o seu Porsche 997 GT3 Cup na frente de Edgar Reis em carro idêntico.

Na Categoria 3 o vencedor foi Pedro Coelho Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, que registou o tempo total de 5:11s430, suficiente para suplantar Carlos Luis em SEAT Leon TDi e Francisco Morgado em Mitsubishi Lancer Evo IX.

Com o tempo total de 4:45s442, Manuel Correia acabou por impor o seu Ford Fiesta R5+ na Categoria 4, depois de uma excelente luta com Silvino Pires em Ford WRC. No degrau mais baixo do pódio ficou Rui Pinheiro em BMW M3.

A vitória na Categoria 5 pertenceu a Luis Nunes em SEAT Leon MKIII, que completou a prova com o tempo total de 4:42s481. Joaquim Teixeira foi o segundo ao volante do seu Renault Megane Trophy V6, com o pódio a ficar completo com a presença de Rui Dinis em SEAT Leon MKIII.

Na Taça Nacional TCR/TCS o triunfo pertenceu ao Audi S3 TCR de Patrick Cunha, que fez as duas subidas no tempo total de 4:38s847. Miguel Lobo em SEAT Leon TCR e Paulo Silva em carro idêntico, completaram o pódio desta competição.

Depois de uma luta renhida ontem, Armando Freitas (Toyota Starlet) acabou por se impor na Taça Nacional de Montanha 1300, com o tempo final de 5:48s553. Nas posições imediatas ficaram os Fiat Punto de Francisco Leite e Ricardo Sousa.

No Campeonato Nacional Clássicos de Montanha, a luta foi intensa, com triunfo final a pertencer a Pedro Silva em VW Golf MKI, que surpreendeu o favorito José Pedro Gomes em Ford Escort MKI. Jorge Loures em Ford Cortina Lotus subiu ao degrau mais baixo do pódio.

Tiago Moreira em Datsun 1200 foi melhor na Taça Nacional de Clássicos de Montanha, conseguindo o tempo total de 6:05s357. Mais atrás, ficou Domingos Fernandes com o seu pequeno Autobianchi A112.

 

Scroll To Top