Segunda-feira , Julho 16 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Saltos artificiais geram novamente contestação
Saltos artificiais geram novamente contestação

Saltos artificiais geram novamente contestação

 

Saltos artificias visando incrementar o espectáculo nalgumas Zonas Espectáculo nas provas do Mundial, voltaram a ser alvo de críticas e contestação por parte de algumas equipas presentes na Sardenha. Esta manifestação de desagrado não é o propriamente nova, refira-se, e algumas vozes contestatárias afirmam mesmo que deveriam ser proibidos.

Ott Tanak, piloto da Toyota, e o indiano Guarav Gill que se estreava em provas do WRC “sentiram na pele” aquilo que alegaram ser um salto mal construído na especial do Monte Baranta no decorrer do primeiro dia de prova. Se o Yaris de Tanak bateu violentamente com a frente do seu carro após a aterragem – danificando o radiador, Gill destruiu por completo a frente do seu Fiesta R5.

E foi o campeão mundial Sebastien Ogier a liderar os pedidos de uma abordagem mais uniforme na construção de saltos artificias: “Todos nós concordamos como pilotos, que não é inteligente construir esses saltos artificiais – curtos e no meio de uma longa recta. Eu não tenho nada contra os saltos, eu adoro isso e eles podem fazer quantos saltos quiserem, mas torná-los sim progressivos e não como uma rampa tão acentuada e curta. Chegarmos a esse salto em sexta a fundo é estúpido. É ruim para um World Rally Car, mas pior e mais perigoso ainda num R5”.

Malcolm Wilson, o patrão da equipa M-Sport subscreveu as afirmações de Ogier, proferindo ainda que: “Deveriam ser instauradas algumas diretrizes para construir aqueles saltos. Seria uma boa ideia. Mas o Gaurav destruiu a frente do carro naquele salto. E isso é que não lá muito sensível.”

Os saltos artesanais construídos por exemplo nas especiais de Viana do Castelo (junto as eólicas) e em Vieira do Moinho (carreira de tiro), ambos no Rally de Portugal, são dois bons exemplos que de que artificialismos visando o espectáculo mas feitos conscientemente pensando sobretudo na segurança dos pilotos e do publico, são uma aposta ganha!

 

Scroll To Top