Quinta-feira , Agosto 16 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Shakedown muito enlameado para a Citroen
Shakedown muito enlameado para a Citroen

Shakedown muito enlameado para a Citroen

Na sequência das trovoadas e chuva da noite anterior, o shakedown desta manhã para o Rali da Polónia cedo se transformou num pesadelo, tal o volume de lama acumulada na classificativa.
Andreas Mikkelsen, Craig Breen e Stéphane Lefebvre aproveitaram-no, assim, para trabalhar nos set-ups do seus Citroën C3 WRC de modo a melhor enfrentarem estas condições tão específicas.

 

– Depois dos reconhecimentos para o rali terem decorrido sob um sol estival, as tempestades eclodiram durante a noite de ontem, levando a que o troço do shakedown ficasse bastante ensopando, tal como aconteceu com as especiais que vão ser percorridas ao longo do fim de semana.

– Na sua primeira saída para o troço, Andreas Mikkelsen deparou com um problema eletrónico que o forçou a regressar ao Parque de Assistência. Regressado logo a seguir, o piloto norueguês deparou-se com um piso já bastante degradado pela passagem repetida das viaturas.

– Até final da manhã, os três pilotos da Citroën Total Abu Dhabi WRT trabalharam nas diferentes configurações das suspensões para estas novas condições.

– Mikkelsen foi o mais rápido dos pilotos do C3 WRC, estabelecendo o seu melhor tenpo na 4ª das suas 5 visitas saídas para a especial, com 2m15,2s. Stéphane Lefebvre obteve um tempo de 2m16,0s, logo seguido de Craig Breen, com 2m16,6s.

– Segue-se na tarde de hoje a chegada Praça de Mikolajki para a cerímónia de Partida, a que se segue a classificativa de abertura do Rali da Polónia, na Super Especial de Mikolajki Arena, a partir das 19h08 locais (16h08 em Portugal).

O QUE ELES DISSERAM

ANDREAS MIKKELSEN: “Não pudemos aproveitar a nossa primeira saida devido a um pequeno problema técnico. Na segunda passagem, quando o piso estava já bastante degradado, verificámos não ser fácil testar as nossas configurações, pois as condições eram bastante diferentes das que conheceramos nos treinos. Ainda assi, procedemos a pequenos ajustes. Se continuar a chover, o trabalho realizado esta manhã será bastante útil.”

 

STÉPHANE LEFEBVRE: “Sinto-me bem ao volante, mas ainda nos falta motricidade e performance pura. Trabalhámos esta manhã testando diferentes set-ups das suspensões. Os engenheiros irão agora trabalhar para determinar as melhores soluções. Eu preferiria que o tempo melhorasse e secasse as Especiais, tal seria provavelmente muito mais confortável.”

 

CRAIG BREEN: “Com a chuva que caiu durante a noite, a estrada rapidamente se deteriorou. Na nossa última passagem mais parecia um campo de batalha do que uma especial de ralis! Testámos muita coisas para estas condições, mas acho que vamos ter rali difícil, sendo que tudo dependerá da evolução das condições meteorológicas.”

 

RALI DA POLÓNIA 2017
SHAKEDOWN

  1. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC), 2’12’’1
  2. Tanak / Jarveoja (Ford Fiesta WRC), 2’12’’3
  3. Paddon / Kennard (Hyundai i20 WRC), 2’12’’7
  4. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC), 2’13’’3
  5. Sordo / Marti (Hyundai i20 WRC), 2’13’’8

  1. Mikkelsen / Jaeger (Citroën C3 WRC), 2’15’’2

  1. Lefebvre / Moreau (Citroën C3 WRC), 2’16’’0
  2. Breen / Martin (Citroën C3 WRC), 2’16’’6

 

Scroll To Top