Quinta-feira , Novembro 15 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Sordo lidera no México (por Ricardo Nascimento)
Sordo lidera no México (por Ricardo Nascimento)

Sordo lidera no México (por Ricardo Nascimento)

O primeiro rally do ano em pisos de terra com muita gravilha escorregadia, com os troços disputados a altitudes fora do normal, onde os world rally cars perdem cerca de 100cv de potência, era evidente que os pilotos que partiriam mais atrás, iam ter vantagem e se soubessem aproveitar bem, iriam ser os pilotos mais rápidos.

Sem ter ido à Suécia, Dani Sordo soube aproveitar a sua 10ª posição na ordem de partida, ao assumir a liderança na segunda especial do dia, sendo o mais rápido em duas especiais consecutivas durante a manhã. Á tarde, o espanhol não foi tão feliz na utilização dos pneus, mas manteve-se como líder até ao final do dia.

O grande regresso esporádico de Sébastien Loeb, foi o centro das atenções, sobre o que poderia fazer o francês. Com a melhor ordem de partida dos pilotos oficiais, Loeb começou o dia numa boa quarta posição mesmo a cometer algumas hesitações. Já mais à vontade com o C3 nos segundas passagens, o francês venceu duas especiais consecutivas e subiu à segunda posição a 7.2s de Sordo.

Quinto na estrada, Ott Tänak teve alguns problemas com o Toyota, mas os engenheiros conseguiram resolver a situação e o estónio teve uma interessante luta com Loeb durante todo o dia, com os dois a ficarem separados por 3.8s após Tänak ter sido o mais rápido nas três últimas especiais do dia.

Kris Meeke passou pela liderança no inicio da manhã, trocando de posição com Sordo logo a seguir, mas sempre a pressionar o espanhol. À tarde, o britânico cometeu alguns erros com alguns piões pelo meio que o fizeram baixar até à quarta posição, num dia em que foi para estrada na sétima posição e terminou a etapa a 25 segundos do líder.

Apesar de ser segundo na estrada, Sébastien Ogier fez uma boa etapa, numa boa luta com o norueguês Andreas Mikkelsen que até tinha uma ordem de partida bem melhor. O francês perdeu algum tempo com pião à tarde que o fez perder um lugar momentaneamente para Mikkelsen, mas recuperou-o logo de seguida, estando a 5.2s de Meeke e com apenas 1.5s de atraso para o norueguês que amanhã é segundo na estrada.

Thierry Neuville está a passar pela experiência de ser primeiro na estrada nestes escorregadios troços, conseguindo ser o mais rápido apenas na super especial citadina na noite anterior. Um problema com a pressão de gasolina fizeram-o perder preciosos segundos numa das muitas super especiais deste rally e depois queixou-se de um problema na direção durante a tarde, estando já a mais de 2 minutos de distância do primeiro. Amanhã, Sordo volta a ser primeiro na estrada, porque quem estava atrás de si abandonou e segundo as regras este ano, os pilotos rally2 já não são os primeiros.

Jari-Matti Latvala e Esapekka Lappi tiveram problemas de sobreaquecimento nos motores dos Toyota, com o líder da equipa a ter de usar o modo estrada nas subidas para poupar o motor. No entanto, seria o alternador a trair Latvala na ligação para as derradeiras super especiais do dia e ficar parado na estrada.

O estreante no México, Esapekka Lappi e Teemu Suninen que fazia pela segunda vez, não estavam a ter um bom rally, acabando os dois por ficarem parados com saídas de estrada na mesma especial.

Elfyn Evans tinha subido à terceira posição no segundo troço de hoje, mas no seguinte, o britânico não contou com a reação do Fiesta ao passar numa lomba em sexta velocidade, saltando descontroladamente, saindo de estrada e capotar. Ao cair com as rodas no chão, Evans continuou o troço, perdeu mais de 2 minutos, terminou a secção, mas acabaria por abandonar devido a lesões em Daniel Barrit que teve de se dirigir ao hospital.

Pontus Tidemand ficou sem adversários cedo, tendo feito uma etapa tranquila, onde foi o mais rápido em todos os troços no WRC2, terminando o dia em oitavo da geral e primeiro entre os WRC2, com mais de 3 minutos de vantagem para Gus Greensmith.
Jari Huttunen furou um pneu no inicio da manhã, fez um pião ou outro e depois ficou parado com problemas no radiador, devido a um sobreaquecimento.

Kalle Rovanperä ainda teve menos sorte, após ter sido o mais rápido no primeiro parcial entre os R5, aterrou em cima de uma grande pedra depois de um salto, destruindo o radiador e ficar parado na primeira especial do dia.

VENCEDORES DE TROÇOS:
Thierry Neuville (1); Kris Meeke (2); Dani Sordo (2); Teemu Suninen (1); Sébastien Loeb (2); Ott Tänak (3); Sébastien Ogier (1)
LÍDERES DO RALLY:
Thierry Neuville (SS1); Kris Meeke (SS2); Dani Sordo (SS3 a 10)
Por: RICARDO NASCIMENTO (http://web-rally.blogspot.pt)

 

Scroll To Top