Segunda-feira , Agosto 21 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Sorte não acompanhou a Veloso Motorsport em Spa-Francorchamps
Sorte não acompanhou a Veloso Motorsport em Spa-Francorchamps

Sorte não acompanhou a Veloso Motorsport em Spa-Francorchamps

 

 

A passagem da Veloso Motorsport pelo Circuito de Spa-Francorchamps não teve desta feita os resultados esperados, com a equipa lusa a sair daquele histórico traçado belga sem atingir os objectivos a que se propunha. Os jovens pilotos do Luxevile Racing Team, Sérgio e Eugénio Montez voltaram a mostrar que estão em fase de grande evolução, mas voltaram também a ser afectados por alguns elementos externos e um pouco de má sorte, factores que condicionaram o cumprimento das expectativas.
A habitual instabilidade climática da zona onde está implantada a famosa pista belga, foi outro dos handicaps que os dois pilotos tiveram de enfrentar, com a chuva a afectar os dois primeiros dias da passagem do Lamborghini Super Trofeo 2016 por Spa. A dificuldade em conseguir voltas limpas nos treinos livres, devido ao grande número de carros em pista, prejudicou também a equipa, no objectivo de chegar rapidamente a uma boa afinação do Lamborghini Huracan LP620-2 da Veloso Motorsport.
A qualificação para a primeira corrida iria ter um desfecho inesperado, com uma saída de pista já no final da sessão, a deixar o carro irrecuperável para a primeira corrida do programa – agendada para sexta-feira – deixando os irmãos Montez apeados. O adiamento da segunda qualificação de sexta para sábado, – sessão que determinava a grelha de partida para a segunda corrida do fim-de-semana -, acabou por beneficiar Eugénio e Sérgio Montez, que puderam participar nesta sessão depois da equipa técnica da Veloso Motorport conseguir recuperar o bonito carro italiano. Largando da 17ª posição da grelha entre os carros da Categoria AM, a palavra de ordem era recuperar lugares, mas uma corrida com um início acidentado e muitos toques à mistura, acabavam por impedir o resultado desejado.
“Nós gostamos muito desta pista, mas de facto não temos sorte quando cá corremos. Tal como no ano passado, também este ano os resultados ficaram aquém do que pretendíamos e por isso não podemos sair satisfeitos desta prova. A chuva e o tráfego nos treinos livres, quase não permitiram voltas limpas e com isso tivemos algumas dificuldades, quer para acumular quilómetros e ganhar confiança, quer para chegar à melhor afinação. Depois do azar que nos impediu de alinhar na primeira corrida, tivemos sorte, porque a qualificação 2 foi adiada de sexta para sábado de manhã e pudemos ter o carro pronto. Com um início atribulado e muitos toques pelo meio, a corrida não correu bem e acabamos por não conseguir um bom resultado.” Adiantou Sérgio Montez.
“Foi um fim-de-semana complicado para nós, algo longe do que esperávamos fazer aqui e o que a nossa evolução previa que conseguíssemos fazer. Primeiro a chuva, depois o muito tráfego em pista com pilotos que não facilitam nada, complicou o nosso trabalho e não pudemos chegar à primeira qualificação com tudo acertado como pretendíamos. As condições da pista pregaram-me uma partida e não consegui evitar uma saída, que deixou o carro sem condições para participar na primeira corrida. Com um excelente trabalho, a Veloso Motorsport recuperou o Huracan para a corrida de Sábado, fizemos a qualificação possível e na corrida a ideia era atacar logo após a largada e tentar subir o máximo de posições possível. Mas a entrada do “safety car” devido a um grande acidente logo no início, em paralelo com muita agitação e muitos toques, impediram-nos de chegar a um bom resultado.” Referiu Eugénio Montez.

 

O Lamborghini Super Trofeo prossegue nos dias 16 a 18 de Setembro, com uma deslocação até à Alemanha para disputar no Circuito de Nurburgring, a quinta jornada desta competição em 2016.

 

 

Fotos | Foto Speedy

 

Scroll To Top