Sexta-feira , Outubro 19 2018
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Super Enduro Parceiros
Super Enduro Parceiros

Super Enduro Parceiros

Ferreira assume liderança

Com 32 pilotos presentes divididos de forma idêntica pelas duas classes em competição, a segunda prova do novo campeonato nacional Super Enduro – Multimoto levou os pilotos até Parceiros na noite do passado Sábado. A localidade junto à cidade de Leiria preparou da melhor forma a primeira recepção a este novo campeonato e perante muito público presente assistiu-se a uma excelente noite de competição com os pilotos a aderirem em força, contanto a lista de inscritos com alguns pilotos espanhóis que se deslocaram até ao centro de Portugal.

Após Alpendorada no arranque deste novo campeonato Parceiros recebeu os pilotos com uma pista especialmente construída para o efeito e com um total de 400 metros de perímetro, nos quais estavam colocados os obstáculos artificiais que fazem parte do ‘cenário’ da modalidade, com o público a encontrar assim uma ‘arena’ de excelência para este segundo duelo do Super Enduro – Multimoto 2015.

Após ter conquistado a vitória na ronda inaugural do campeonato, João Vivas não teve uma noite feliz em Parceiros e o quarto lugar na corrida inaugural foi mesmo a sua melhor prestação, seguindo-se depois um oitavo e um 11º lugares que deixaram o até aqui líder do campeonato na oitava posição da classificação final e levaram-no a descer ao quarto posto da geral do campeonato.

Enquanto que Vivas não tinha uma noite para recordar os seus dois principais rivais na ronda de abertura assumiam posições de destaque na liderança de cada uma das três finais que decidem o resultado e quem entrou melhor foi mesmo Fernando Ferreira. O piloto de Marco de Canavezes tinha ganho a primeira final do campeonato em Alpendorada e se então foi batido na segunda e terceira corridas por João Vivas, agora foi ele quem sorriu pois levou a melhor nas duas primeiras finais em Parceiros para ser segundo na corrida de encerramento e subir ao primeiro lugar do pódio ao mesmo tempo que assumiu o comando do campeonato.

João Lourenço foi o segundo em Parceiros tal como tinha acontecido na primeira prova do ano, vencendo a derradeira corrida da noite naquela que foi a sua primeira vitória numa final deste campeonato nacional de Super Enduro – Multimoto. O jovem piloto do Algarve tinha sido segundo na primeira final da jornada e ao fechar a corrida intermédia – que como sempre teve grelha de partida invertida – entregou os sete pontos de diferença com que fechou a prova face a Fernando Ferreira.

A encerrar o pódio estreou-se no mesmo André Mouta, regular ao longo das três corrida com dois terceiros lugares e o quarto, para concluir na frente de Fábio Pereira, a fazer a sua estreia no campeonato, e José Pimenta.

Com estes resultados o campeonato ficou bastante alterado, pois João Vivas desceu na classificação global agora liderada por Fernando Ferreira na frente de João Lourenço, com André Mouta a ser agora o terceiro da geral do Super Enduro – Multimoto 2015.

Entre os 16 pilotos da classe Hobby, destinada aqueles com menor palmarés e com uma abordagem mais amadora à competição – mas nem por isso com menor empenho e vontade de vencer – foi Norberto Teixeira quem levou a melhor em Parceiros. Com vitórias na segunda e terceira finais o piloto conseguiu esquecer o mau resultado na primeira corrida, onde foi apenas décimo. Teixeira conseguiu a vitória final na derradeira corrida da noite onde a vitória face a Carlos Campos lhe garantiu os dois pontos necessários para suplantar aquele que era até então o líder da classificação global.

Carlos Campos venceu a primeira corrida da noite na categoria mas o nono posto na segunda final da noite e o segundo lugar na derradeira final fizeram-no descer ao degrau intermédio de pódio, ele que iniciou o duelo de encerramento da noite com um ponto de vantagem para Norberto Teixeira.

A fechar o pódio ficou o espanhol Osuna Monteiro, com dois terceiros lugares e um quarto ao longo da noite, para bater os seus compatriotas Jesus Molano e José Cortes, que fecharam o lote dos cinco melhores.

Classificação final

Prestige
1º Fernando Ferreira – Yamaha com 57 pontos; 2º João Lourenço – Kawasaki com 50; 3º André Mouta – KTM com 43; 4º Fábio Pereira – Yamaha com 36; 5º José Pimenta – KTM com 32

Hobby
1º Norberto Teixeira – Yamaha com 46 pontos; 2º Carlos Campos – Yamaha com 44; 3º Osuna Monteiro com 41; 4º Jesus Molano – KTM com 38; 5º José Cortes – Sherco com 34

Campeonato Prestige
1º Fernando Ferreira – Yamaha com 107 pontos; 2º João Lourenço – Kawasaki com 101; 3º André Mouta – KTM com 82; 4º João Vivas – Beta com 81; 5º Joel Vieira – KTM com 81

 

Scroll To Top