Segunda-feira , Dezembro 11 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Super Seven by Kia arranca com corridas escaldantes
Super Seven by Kia arranca com corridas escaldantes

Super Seven by Kia arranca com corridas escaldantes

A edição do Super Seven by Kia 2016 não podia começar da melhor maneira. Corridas empolgantes, vários candidatos à vitória e decisões só no momento em que a bandeira de xadrez foi mostrada. Tudo isto num ambiente de grande convívio, solidariedade e boa disposição entre todos os concorrentes. Na categoria Pro, Eduardo Leitão destacou-se como o primeiro vencedor, a que se seguiu Hugo Araújo. Os dois saem de Jerez na frente do troféu. Entre os Business, Pedro Falé e Tiago Carvalho foram os dois pilotos que subiram ao lugar mais alto do pódio.

A primeira corrida foi muito disputada. Eduardo Leitão saiu da pole mas foi passado por David Saraiva. Os dois empreenderam um duelo de antologia durante toda a corrida. O vencedor do troféu em 2015 andou quase sempre na frente, mas de quando em vez Leitão passava-o, num despique emocionante e que deixou toda a gente com os olhos colados no que se passava na pista. No final foi Leitão quem levou a melhor por apenas 91 milésimas!!!

Na luta pelo último lugar do pódio, houve vários candidatos, como Gonçalo Lobo do Vale, que acabou por desistir, José Carlos Pires e José João Magalhães. Este último, que tinha partido de sexto, foi quem acabou no terceiro posto. Aliás, o piloto do Porto não só assegurou este lugar como ficou muito perto do duo da frente. Foram 138 milésimos de segundo a separarem-no do vencedor. Entre os que discutiram a quarta posição, Nuno Santos só conseguiu o lugar na derradeira volta, depois de ultrapassar José Carlos Pires que ficou a 23 milésimos (!!!).

Também na categoria Business houve espectáculo, com Pedro Falé a ganhar. O piloto andou quase sempre em segundo, a pressionar o líder Luís Calheiros Ferreira. Quando este teve um problema na caixa de velocidades do seu carro, aproveitou e passou-o para começar a época a vencer.

Para Eduardo Leitão, “foi uma corrida muito gira”. O piloto explicou que “no início, o objectivo era sobreviver. Depois passava por partir o grupo da frente”, o que foi conseguido, com o piloto a isolar-se com Saraiva. Mais tarde juntou-se José João Magalhães “para um confronto final a três que tornou o final espectacular”, contou Eduardo Leitão.

Na segunda corrida, os níveis de emoção na discussão da vitória não foram tão elevados, mas as duas dezenas de pilotos participantes proporcionaram um excelente espectáculo. A sair da pole-position, Hugo Araújo andou sempre na frente e levou Sérgio Saraiva consigo. A determinado momento, o líder forçou ainda mais e descolou para obter a vitória.

“Consegui aplicar a estratégia pensada. Com a pole, queria ir-me embora e fi-lo. Mas não foi fácil. Foi mais suada do que possa parecer. Agradeço à CRM Motorsport, em especial ao Rui Almeida, que me entregaram o carro impecável, à minha família, aos meus amigos e aos meus patrocinadores”, afirmou Hugo Araújo.

José João Magalhães repetiu o pódio da primeira corrida, mas não teve de andar de trás para a frente. Gonçalo Lobo do Vale foi um dos adversários que discutiu a posição até ter problemas de motor no seu Super Seven, tal como Ricardo Leitão, que ficou em quarto, e José Carlos Pires, que fechou o top-5.

Entre os concorrentes da classe Business, Tiago Carvalho foi o mais forte e sucedeu a Pedro Falé, que teve de se contentar com a segunda posição. José Kol de Almeida completou o pódio à frente de Luís Calheiros Ferreira, que acabou a corrida sem terceira e quinta velocidades no carro.

“Foi uma corrida muito gira e divertida. Andei sempre com um grupo em que estava o Duarte Aguiar e o Ricardo Araújo, o que tornou tudo muito mais interessante”, explicou o vencedor da classe Business.

A segunda jornada do Super Seven by Kia realiza-se no fim-de-semana de 29 e 30 de Outubro no Autódromo Internacional do Algarve e as equipas vão partilhar a pista com os concorrentes com o troféu congénere britânico.

 

Scroll To Top