Quarta-feira , Agosto 15 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Super Seven by Toyo Tires com qualificação imprópria para cardíacos na “montanha-russa” do Circuito de Jarama
Super Seven by Toyo Tires com qualificação imprópria para cardíacos na “montanha-russa” do Circuito de Jarama

Super Seven by Toyo Tires com qualificação imprópria para cardíacos na “montanha-russa” do Circuito de Jarama

 

 

 

  • Incerteza sobre autor da pole-position marcou qualificação para as duas corridas que se irão disputar hoje
  • José Carlos Pires e Ricardo Megre dividiram os louros na categoria 420 R, enquanto os irmãos David e Sérgio Saraiva se assumiram como os mais rápidos na classe S1600. Pedro Falé superiorizou-se na S1600 Business
  • Condições climatéricas instáveis, marcadas pela presença de aguaceiros, deixam tudo em aberto quanto ao desfecho da segunda prova do campeonato

 

 

Houve quem se sentisse “surpreendido com a sua evolução”, como Pedro Falé, o mais rápido na classe S1600 Business. Mas também quem, como José Carlos Pires, se tivesse apercebido, “logo ao início,” de ter em mãos “um carro muito rápido”. Acima de tudo, todos os pilotos do troféu mais antigo da Velocidade Nacional têm rejubilado com o desafio imposto pelo bonito traçado do Circuito de Jarama, palco da segunda prova do disputado Super Seven by Toyo Tires.

 

Às condicionantes da pista, marcada por curvas ‘cegas’ e uma fluidez de ritmo que não deixa margem para erros, a família do campeonato promovido pela CRM Motorsport teve ainda de se ambientar à maior grelha de 2018: cada um dos 33 pilotos que acudiram a este irresistível encontro motorizado, integrado no diversificado programa do Jarama Classic, teve de repartir o seu espaço com destemidos de igual calibre, ávidos por mostrar a sua mestria ao volante, independentemente da classe em que se encontravam inscritos.

 

 

 

 

TRIUNVIRATO REPARTE LOUROS NA 420 R

Na primeira qualificação, um ‘endiabrado’ Ricardo Megre cedo mostrou ao que vinha, superiorizando-se a Francisco Villar e a José Carlos Pires na “lotaria dos cones de ar” para marcar o melhor tempo da sessão. Mas na segunda disputa pela melhor posição da grelha referente aos 420 R, Pires aproveitou a “confiança crescente” que vinha a sentir no carro, “fruto das alterações produzidas pela CRM Motorsport desde a jornada inaugural, no Circuito do Estoril”, para marcar o primeiro tempo.

 

‘Colados’ ao piloto nortenho terminaram novamente os protagonistas da sessão anterior, Ricardo Megre e Francisco Villar, com ambos a demonstrarem que são uma força a ser encarada seriamente pelo piloto do Caterham nº #53, como, aliás, tem sido visível desde o início da temporada.

 

A menos de oito décimos de segundo do trio da frente e a formarem um segundo grupo muito forte ficaram Gonçalo Lobo do Vale, Yohan Sousa, Luís Calheiros Ferreira, Jota Jota Magalhães e o regressado Luís Lisboa, prevendo-se uma animada ‘luta’ entre estes pilotos nas duas corridas que estão marcadas para o dia de hoje.

 

Ainda nos 420 R, seguem ao rubro Paulo Macedo, Ricardo Rajani e Paulo Galveias. Separados por curtíssimas diferenças, representam outro ‘confronto’ a acompanhar de perto nesta jornada.

 

IRMÃOS SARAIVA NA FRENTE DA S1600 “PRO”

Seguindo o mote da categoria mais potente, as sessões referentes à S1600 “Pro” foram, também, muito disputadas, com os primos David e Sérgio Saraiva a garantirem a pole-position para as duas corridas com uma diferença de poucos décimos de segundo para Rodrigo Galveias. O mais novo membro do clã Galveias em pista continua a provar ser um piloto rapidíssimo, naquele que foi o seu primeiro encontro com o “entusiasmante” Circuito de Jarama, pista que descreve como “a mais gira” que experimentou até aqui.

 

Atrás deste duo ficaram, respetivamente, João Galvão e Diogo Lopes, separados por diferenças irrisórias e a assinalarem o seu regresso ao elenco do Super Seven by Toyo Tires da melhor forma. Não muito distantes nos tempos marcados pelo cronómetro surgem Luís Filipe Oliveira, Miguel Lobo, Bernardo Bello e Pedro Lacerda, que assim formam mais um grupo de interesse. André Seabra e Bruno Martins completam um plantel que continua a surpreender.

 

‘BUSINESS’ MUITO ANIMADA

Cheios de genica estão os sete representantes da classe ‘Business’. Apesar de liderar a categoria, Pedro Falé terá de contar com a ameaça de Nuno Afonso nas duas corridas de hoje, com Paulo Leitão, Frederico Brion Sanchez e José Kol Almeida a marcaram igualmente tempos de relevo. Concentrando-se numa aprendizagem gradual da pista, Jorge Migueis e Fernando Costa contam aproximar-se deste grupo, mas garantido está o ‘duelo’ muito particular que irão travar entre si.

 

Para Tiago Raposo Magalhães, “as duas sessões de qualificação no Circuito de Jarama provaram a competitividade do plantel de 2018 do Super Seven by Toyo Tires, com todos os pilotos e formações a comprovarem que podem lutar pelos lugares do pódio”.

 

Para o promotor do campeonato, o Troféu organizado pela CRM Motorsport encontra-se “cada vez mais competitivo”, sendo decidido por “pequenos detalhes, como, aliás, tem sido salientado pelos pilotos que o acompanham”, refere.

 

“Tenho a certeza de que hoje teremos novamente uma dose dupla de corridas disputadas ao milímetro e marcadas pela incerteza até à bandeirada de xadrez”, antevê.

 

 

Scroll To Top