Sexta-feira , Setembro 22 2017
ÚLTIMAS
Home / RALI / Tanak com vitória categórica (por Ricardo Nascimento)
Tanak com vitória categórica (por Ricardo Nascimento)

Tanak com vitória categórica (por Ricardo Nascimento)

Com pouco mais de 50 quilómetros, o derradeiro dia do Rallye Deutschland não teve grandes alterações no top 10, com o líder a controlar os seus adversários e os piores classificados a quererem os pontos da Power Stage.
De qualquer forma foi um grande evento, com dez pilotos diferentes a vencerem troços, reforçando o grande equilíbrio entre máquinas e pilotos numa temporada brilhante no WRC.

Ott Tänak apenas teve de ser rápido sem correr riscos e controlar Andreas Mikkelsen para obter a sua segunda vitória (a primeira em pisos de asfalto), num rally sempre difícil quando chove. Com os 25 pontos ganhos, Tänak ganhou outro animo e vai lutar também pelo campeonato.

Andreas Mikkelsen conseguiu um excelente resultado para si e para a Citroën, num dia em que até ganhou alguns segundos a Tänak, mas era preferível manter o segundo lugar do que deitar tudo a perder.

Sébastien Ogier regressou à liderança do campeonato que era partilhada com Neuville, num dia em que não valia a pena ir atrás de Mikkelsen, preferindo atacar na Power Stage para obter mais 2 pontos extra e ficar com 17 de vantagem para o belga.

Elfyn Evans foi quem mais perdeu no último dia. O britânico falhou uma travagem no inicio da manhã e depois admitiu que não tinha efetuado a melhor escolha de pneus, acabando por baixar duas posições.

Juho Hänninen quis recuperar a quarta posição que tinha sido sua, conseguindo logo no inicio da manhã com o deslize de Evans e depois de vencer o seu segundo troço na Alemanha. O finlandês acabou por ser o melhor piloto da Toyota mas a mais de 1 minuto do pódio.

Craig Breen conseguiu mais um quinto lugar na derradeira especial, depois de dois dias com alguns erros que lhe custaram tempo precioso. O irlandês venceu a penúltima especial e ainda obteve mais 1 ponto na Power Stage, ultrapassando Evans na classificação.

Jari-Matti Latvala foi o piloto mais rápido do dia sem vencer qualquer troço, deu um toque e falhou uma travagem na Power Stage, mas mesmo assim, ainda conseguiu mais 3 pontos extra, para juntar aos do sétimo lugar.

Hayden Paddon começou o dia ainda a dormir e apesar de ter sido rápido no final, não conseguiu quaisquer pontos extra. O neozelandês está a ter um ano difícil, mas prometeu um grande final de temporada nos três últimos rallies.

Armin Kremer conseguiu adaptar-se melhor, na estreia com um dos novos world rally cars e terminar em nono. O piloto local admitiu que queria repetir a experiência depois de se ter divertido muito com o Fiesta.

Com a saída de estrada no primeiro dia, Dani Sordo tinha apenas em mente, obter alguns pontos na Power Stage. O espanhol acabou por vencer o troço e levar os 5 pontos máximos, conseguindo assim, manter o quinto lugar no campeonato.

Depois de dois dias complicados em que resultou num acidente, Esapekka Lappi venceu hoje uma especial e ainda obteve o segundo lugar na Power Stage.

Com o azar de ontem, Thierry Neuville tinha apenas o objetivo de conseguir alguns pontos na Power Stage. No entanto, o belga falhou por completo o que tinha em mente ao cometer pequenos erros que o fizeram sair da Alemanha sem pontos.

Com mais de 1 minuto de vantagem, Eric Camilli teve apenas de levar o Fiesta R5 até ao final, para vencer o WRC2, num bom décimo lugar da classificação geral.
Jan Kopecký subiu à segunda posição depois de liderar grande parte do rally, mas o terceiro lugar para Pontus Tidemand serviu que nem uma luva para se sagrar campeão no WRC2.

Nas duas rodas motrizes, Jari Huttunen dominou desde o inicio e nunca teve adversários, terminando o rally com mais de 2 minutos para o Toyota de Hermann Gassner Jr.
Quanto ao WRC3, a vitória foi para o local Julius Tannert, mas o campeonato foi para o espanhol Nil Solans num ano em que se destacou com o pequeno Fiesta R2T.

VENCEDORES DE TROÇOS:
Jan Kopecký (1); Dani Sordo (5); Ott Tänak (5); Andreas Mikkelsen (2); Thierry Neuville (1); Jari-Matti Latvala (2); Juho Hänninen (2); Sébastien Ogier (1); Esapekka Lappi (1); Craig Breen (1)
LÍDERES DO RALLY:
Jan Kopecký (SS1); Dani Sordo (SS2); Ott Tänak (SS3); Andreas Mikkelsen (SS4 a 6): Ott Tänak (SS7 a 21)
POWER STAGE:
1º Dani Sordo; 2º Esapekka Lappi; 3º Jari-Matti Latvala; 4º Sébastien Ogier; 5º Craig Breen
RICARDO NASCIMENTO (http://web-rally.blogspot.pt)

 

Scroll To Top