Quarta-feira , Novembro 14 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / TEAM ARFDGMOTORSPORT COM BONS DESEMPENHOS NA RAMPA A COVILHÃ
TEAM ARFDGMOTORSPORT COM BONS DESEMPENHOS NA RAMPA A COVILHÃ

TEAM ARFDGMOTORSPORT COM BONS DESEMPENHOS NA RAMPA A COVILHÃ

O Team ARFDGMotorsport, esteve presente uma vez mais em mais uma prova do Campeonato Nacional de Montanha, desta feita na Rampa da Covilhã, onde teve a ausência de Victor Ramos, ficando assim a equipa representada por João Vilas Boas em Renault Clio RS 2000 e Jorge Gonçalves em Fiat Punto S1600.

 

A verdade é que os pilotos da equipa estiveram em bom plano, onde uma vez mais as condições atmosféricas vieram afectar o andamento, no entanto João Vilas Boas dizia-nos antes da primeira subida de treinos “ que se sente á vontade com o piso molhado, pois só assim consigo melhores tempos e ficar mais perto dos carros mais rápidos. Se o piso secar é impossível lá chegar, pois na minha categoria tenho uma série de viaturas mais potentes e actuais, que com piso seco não tenho meios para me bater de igual para igual.”

A verdade é que o S.Pedro estava com João Vilas Boas durante o dia de sábado, e chuva e piso escorregadio, foi o que não faltou, e por isso o jovem piloto  fez logo nas subidas de treinos o 12ª e o 19º tempo á geral com 3.34.483 e 3.29.788 respectivamente, isto na sua estreia nesta rampa.

Por seu lado Jorge Gonçalves que tal como o seu colega de equipa também se estreava na rampa da Covilhã, faria nas duas subidas de treinos os tempos de 4.10.501 e 4.01.673, evidenciando assim um andamento mais interessante que deu origem ao 36ª e 33ª melhor tempo.

De referir que a chuva continuava a cair na tarde de sábado, e logo na primeira subida de prova João Vilas Boas  é autor dum “tempo canhão” fazendo 3.29.572, ao volante do seu Renault Clio RS 2000 correspondendo à 13ª melhor marca. Quanto a Jorge Gonçalves ao volante do seu Fiat Punto S1600,conseguia melhorar um pouco mais o seu crono, fazendo 4.01.249, correspondendo ao 38º lugar á geral.

 

No dia seguinte as condições atmosféricas foram outras com o sol a fazer a sua aparição , e o piso a secar, o que poderia á partida ser penalizante para o Renault Clio RS 2000 de João Vilas Boas, que mesmo assim na segunda subida de prova conseguia melhorar o seu tempo de novo, fazendo 3.24.442, enquanto Jorge Gonçalves com o Punto S1600 também faria o mesmo, baixando o tempo para 3.36.604.

 

Mas a ultima subida reservava mais surpresas, mas como tudo na vida, contra “cavalos não há argumentos”,  mesmo assim João Vilas Boas  volta a conseguir melhorar o seu tempo com 3.23.336, sucedendo o mesmo com Jorge Gonçalves que volta a conseguir melhorar o seu tempo de forma determinante, fazendo 3.32.010.

 

Por isso no final, depois de colocarem os carros em parque fechado, e ter retirado o capacete, João Vilas Boas fez-nos uma resenha do fim de semana dizendo logo “ fiz o que estava ao meu alcance, enquanto choveu, mas o mais importante é que consegui em todas  subidas baixar os meu tempos, consegui completar todas as   subidas, não cometi erros, o carro está inteiro, e acima de tudo diverti-me rodeado de amigos e participei nesta grande festa que é o Campeonato Nacional de Montanha. É óbvio que com a chegada do sol, e do piso seco, não tive a mínima hipótese de fazer melhor pois contra “cavalos” não há argumentos, todos os carros que ficaram classificados á minha frente, são carros que nada têm a haver com o  meu Renault Clio RS 2000, mas correu bem, participação positiva, e agora há que começar a pensar na próxima prova , a Rampa de Santa Marta”.

Já Jorge Gonçalves visivelmente satisfeito com o tempo a ultima subida, dizia-nos “ correu bem, dentro dos objectivos, foi sempre a melhorar os tempos, não cometi erros, Aliás não tinha hipóteses com os carros que estavam à minha frente, pois estamos a falar de Porsches, um Nissan GTR, em suma carros de outra “constelação.. Depois,  acima de tudo diverti-me, estive com os amigos, correu tudo bem, e agora ala para a Rampa de Santa Marta, onde espero que haja muito sol, e piso seco, para assim poder mostrar as potencialidades do meu carro”.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL CATEGORIA 4

 

1º Luis Nunes – Seat Leon

2º Joaquim Teixeira – Renault Mégane Trophy

3º Ricardo Gomes – Seat León Copa

7º JOÃO VILAS BOAS – RENAUTL CLIO RS e 1º Classe 33

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA A1

 

3º JORGE GONÇALVES – FIAT PUNTO S1600 1º Classe 15

 

 

Scroll To Top