Quarta-feira , Agosto 22 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Team Novadriver longe dos objetivos aposta tudo na segunda metade da época
Team Novadriver longe dos objetivos  aposta tudo na segunda metade da época

Team Novadriver longe dos objetivos aposta tudo na segunda metade da época

 

Mantendo-se fiel à competição em Portugal, o Team Novadriver trouxe para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos (CNVT) um Volkswagen Golf GTI TCR, modelo ganhador e que desde os primeiros metros em pista revelou qualidades superiores. Com o apoio da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, o Team Novadriver escolheu para pilotar a nova máquina o Campeão Nacional de Velocidade 2015, Francisco Abreu, juntando-lhe um piloto de créditos firmados, Manuel Gião.

O regulamento do CNVT mudou, uma vez mais, em 2016, passando a contar com os veículos de turismos preparados segundo as regras do Campeonato TCR internacional. Além disso, as provas a contar para o CNVT passaram a ser de Sprint ou Double Sprint. As primeiras retomando o formato de duas corridas por fim de semana de competição, com cada piloto a cumprir a sua manga, enquanto as segundas oferecem quatro provas por fim de semana com os pilotos a encarregarem-se de participar em duas delas, alternadamente.

As três primeiras jornadas do CNVT acabaram por não correr de feição ao Team Novadriver. A aposta no VW Golf GTI TCR mostrou-se acertada, mas a maior juventude do carro alemão preparado pela Volkswagen Motorsport face aos mais maduros Seat Leon TCR, acabou por perturbar os objetivos da equipa para a competição.

O Racing Weekend de Braga, estreia do CNVT 2016, acabou por ser algo complicado. Ainda assim, Manuel Gião conquistou uma “pole-position” e um segundo lugar, enquanto Francisco Abreu rubricou uma volta mais rápida e mais um segundo lugar, no final do primeiro dia de provas. No segundo dia, tudo foi mais complicado, com um terceiro e um quarto lugar para Manuel Gião e Francisco Abreu. Ainda assim, o Team Novadriver saiu da pista bracarense na segunda posição do campeonato.

A visita a Vila Real para o Racing Weekend da cidade transmontana, correu melhor, com um pódio alcançado por Manuel Gião na primeira corrida, após a ultrapassagem do fim de semana na subida de Mateus. Classe e talento do piloto do Team Novadriver. Francisco Abreu voltou a destacar-se e conseguiu um brilhante segundo lugar na sua corrida. Com duas classificações no pódio, o Team Novadriver encurtou distancias para os líderes e ficava mais próximo do objetivo para 2016.

O terceiro Racing Weekend, pontuável para o CNVT 2016, realizou-se no Autódromo Internacional do Algarve, foi profundamente infeliz para o Team Novadriver. Uma quebra mecânica na primeira corrida, impediu que Manuel Gião fosse além do oitavo lugar, prejudicando, ainda, a primeira corrida de Francisco Abreu, pois forçou a ausência do Campeão Nacional de Velocidade 2015. Resolvido o problema com a transmissão do VW Golf GTI TCR, Francisco Abreu terminou em quarto na terceira corrida, enquanto que Manuel Gião conseguiu chegar ao segundo lugar na derradeira prova do fim de semana, depois de largar do quarto lugar da grelha.

Contas feitas, o problema mecânico do VW Golf GTI TCR acabou por custar muitos pontos aos dois pilotos do Team Novadriver que caíram na classificação do CNVT 2016 para o quinto lugar. Nada que desanime Francisco Abreu e Manuel Gião, pois ambos sabem que ainda faltam dois Racing Weekend para o final da temporada, sendo que o fim de semana de Jerez de La Frontera será favorável a Manuel Gião, amplo conhecedor das pistas espanholas.

O VW Golf GTI TCR, com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional,

Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, estará a postos depois de profunda revisão feita pela equipa técnica do Team Novadriver. O responsável da equipa, César Campaniço faz o balanço da primeira parte da temporada, destacando o esforço da equipa técnica e dospilotos para melhorar o desempenho do VW Golf GTI TCR.

César Campaniço – “Apesar de tudo, o balanço da época é, até agora, positivo. Sabíamos que após a entrega tardia do VW Golf GTI TCR, devido à enorme procura nos modelos da marca e desta competição TCR em 2016, conheceríamos dificuldades no conhecimento do carro e teríamos pouca margem de manobra em termos de testes para evoluir o carro. Porém, ficamos surpreendidos com a enorme competitividade do VW Golf GTI TCR, pois logo de entrada estivemos competitivos (o Team Novadriver rubricou a primeira pole position de 2016) e foi possível lutar pelas vitorias logo nos primeiros quilómetros de prova. Os nossos pilotos têm sido inexcedíveis no esforço feito para garantir as melhores pontuações possíveis, e não fosse a quebra mecânica de uma peça de transmissão em Portimão (algo que a VW Motorosport só agora verificou ser uma peça a rever no seu fabrico), estaríamos muito perto da liderança do campeonato. A constante evolução do BOP (Balance of Performance) tem sido também um enorme desafio para descobrir a melhor afinação do Volkswagen Golf GTI TCR. Enfim, tem sido uma temporada de constante desafio neste ano de projeto novo, seja para equipa, seja para os pilotos. Mas estou muito feliz com a dupla de pilotos do Team Novadriver, pois o binómio da experiência do Manuel Gião com a rapidez natural do Francisco Abreu e os progressos já feitos com o carro, permitem- nos encarar com enorme confiança o que resta no assalto ao titulo. Por isso posso dizer: contem connosco para o que aí vem!”

 

Scroll To Top