Segunda-feira , Abril 23 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Team PETRONAS De Rooy IVECO no pódio na 1ª etapa da Africa Eco Race 2018
Team PETRONAS De Rooy IVECO no pódio na 1ª etapa da Africa Eco Race 2018

Team PETRONAS De Rooy IVECO no pódio na 1ª etapa da Africa Eco Race 2018

 

 

O Team PETRONAS De Rooy IVECO colocou os seus dois camiões IVECO Powerstar entre os 10 primeiros classificados na 1ª etapa desta exigente competição de rali-raid.

 Gerard De Rooy cruzou a linha de meta na 3ª posição, enquanto Wuf Van Ginkel foi 6º, depois da ambos terem conseguido ultrapassar as dificuldades das pistas pedregosas e poeirentas.

A 10ª edição da África Eco Race está a decorrer, contando com um número recorde de participantes. Os concorrentes arrancaram bem cedo na manhã de terça-feira, dia 2 de Janeiro, da cidade portuária marroquina de Nador, tendo pela frente uma 1ª etapa bem curta, com apenas 92 km, disputada entre Amezine e Merada, atravessando áreas de cultivo com pisos duros e pistas maioritariamente compostas de cascalho e pedra. Este tipo de ambiente é bem conhecido dos pilotos do Team PETRONAS De Rooy IVECO, Gerard De Rooy e Wuf Van Ginkel, ambos com larga experiência de participações em ralis em Marrocos.

 

A bordo do seu IVECO Powerstar #400, o líder da equipa Gerard De Rooy marcou a sua posição logo desde o início da 1ª Etapa da prova, ao lado do seu experiente co-piloto Moi Torrallardona e com o apoio técnico do mecânico Darek Rodewald. Optando por uma condução cautelosa neste primeiro dia, de forma evitar o risco de furar num piso recheado de pedras, De Rooy terminou a Etapa na 3º posição, a 5’25’’ do comandante, o russo Vladimir Vasilyev.

 

Por sua vez, Wuf Van Ginkel acabou na 6ª posição aos comandos do segundo IVECO Powerstar (#403), ele que tem Erik Kofman como co-plioto e Bert van Donkellar como mecânico.

 

O sistema de alerta Sentinel, que assinala a aproximação de um veículo mais rápido ou a presença de um veículo imobilizado na pista, não estava operacional em nenhum dos camiões, tornando as ultrapassagens mais difíceis: “Foi preciso muito tempo para ultrapassar os pequenos SSVs e os carros mais lentos atrasaram-nos bastante”, comentou De Rooy.

 

A 2ª Etapa levará os concorrentes por um trajeto de 443 km, incluindo a famosa secção de dunas de Erg Chebbi.

 

Scroll To Top