Quarta-feira , Fevereiro 21 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / TEAM PEUGEOT TOTAL VAI APELAR DA PENALIZAÇÃO APLICADA À DUPLA SAINZ/CRUZ
TEAM PEUGEOT TOTAL VAI APELAR DA PENALIZAÇÃO APLICADA À DUPLA SAINZ/CRUZ

TEAM PEUGEOT TOTAL VAI APELAR DA PENALIZAÇÃO APLICADA À DUPLA SAINZ/CRUZ

 

 

Os Comissários da Prova decidiram aplicar uma penalização de 10 minutos à equipa do PEUGEOT 3008DKR Maxi nº303, por um comportamento pretensamente perigoso no decorrer da ES7 do Dakar 2018. O Team PEUGEOT Total anunciou a sua intenção de recorrer da decisão, qua a equipa não compreende e considera não ter fundamento.

 

  • O concorrente n°254, piloto de um quad, apresentou queixa da equipa Sainz/Cruz, que acusa de comportamento perigoso ao km 184 da ES7.
  • Em resultado desta queixa, foi pedido a Carlos Sainz para comparecer perante os Comissários ontem, dia 15 de janeiro, em Salta (Argentina). Ao tomar conhecimento da queixa, Sainz contestou a alegação de que tinha havido qualquer contacto físico com o concorrente, indicando, pelo contrário, que a sua reação permitiu evitar uma colisão que teria sido extremamente grave, dadas as velocidades envolvidas.
  • Horas depois, os Comissários aplicaram uma penalização arbitrária de 10 minutos à equipa do PEUGEOT 3008DKR Maxi nº303.
  • Subsequentemente, o Team PEUGEOT Total anunciou a sua intenção de recorrer da decisão, que considera injustificada e injusta.

 

EM DIRETO DO BIVOUAC…

Carlos Sainz (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°303)

“Estou bastante aborrecido com esta decisão. A versão dos acontecimentos descrita pelo piloto do quad não corresponde à realidade. Na verdade, tudo o que fiz foi precisamente para evitarmos um acidente. Lamento o que lhe aconteceu, mas o que se passou foi que me aproximei dele e acionei o Sentinel. Ele desviou-se para o lado e olhou para mim. Havia imenso espaço, embora a estrada estivesse bastante lamacenta. Depois perdeu o controlo e voltou à trajetória. Guinei a direção para me desviar dele e, embora tenha passado perto, não houve contacto entre nós. No final, ele terminou a Etapa em 12º. Se tivéssemos colidido, é óbvio que eu teria parado. Não concordo, em absoluto, com esta decisão.”

 

Bruno Famin, Diretor da PEUGEOT Sport, Diretor do Team PEUGEOT Total

“Esta decisão é incompreensível. Não existe nada de concreto no processo e tudo se resume à palavra de um contra a de outro. No que nos diz respeito, está bastante claro que não existiu contacto entre o quad e o carro. Se tivesse mesmo acontecido o que o piloto do quad alega, infelizmente ele poderia já não estar cá para falar disso, dada a velocidade do carro. Todos os dados que temos correspondem à versão dos acontecimentos relatados pelo Carlos, que teve sempre um comportamento impecável. O piloto que alega que o seu quad ficou danificado terminou em 12º a Etapa e em 10º na Etapa seguinte, naquela que foi a segunda parte da Etapa Maratona. Esta penalização de 10 minutos é totalmente arbitrária. Os Comissários estão a punir o Carlos por não ter parado, ainda que não tenha havido choque. Além disso, mesmo que o comportamento do Carlos justificasse uma punição, esta deveria ser aplicada sob forma de multa e não com uma penalização de tempo decidida de forma arbitrária – que afeta o decurso da prova. Portanto, como é óbvio, comunicámos a nossa intenção de recorrer da decisão. Em resultado disso, é provável que não se saiba quem é o vencedor do Dakar 2018 no sábado, à chegada a Córdoba. Pondo de lado a essência


 

da questão, comandar a classificação com uma vantagem de 1h06m é muito diferente de comandar com 56 minutos, dada a natureza extremamente difícil das Etapas que temos pela frente nos próximos dias.” 

 

CLASSIFICAÇÃO APÓS A ETAPA 8:

Nota: Como o apelo se encontra pendente, a Classificação Geral mantém-se igual à original, apresentada após a Especial nº 8:

  1. Carlos Sainz (ESP) / Lucas Cruz (ESP), PEUGEOT 3008 DKR Maxi, 27h 04min0s
  2. Nasser Al Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA), Toyota 4WD, + 1h 06min37s
  3. Stéphane Peterhansel (FRA) / Jean-Paul Cottret (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, + 1h 13min42s
  4. Bernhard Ten Brinke (NLD) / Michel Perin (FRA), Toyota 4WD, + 1h 23min0s
  5. Giniel de Villiers (ZAF) / Dirk von Zitzewitz (ZAF), Toyota 4WD, + 1h 37min09s

  1. Sheikh Khalid Al Qassimi (ARE) / Xavier Panseri (FRA), Peugeot 3008DKR, +2h55min42s

  1. Cyril Despres (FRA) / David Castera (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, + 44h46min5s

 

Scroll To Top