Quinta-feira , Outubro 19 2017
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Tiago Vilela e Hugo Negrais conquistaram o pódio no Desafio Único 2
Tiago Vilela e Hugo Negrais conquistaram o pódio no Desafio Único 2

Tiago Vilela e Hugo Negrais conquistaram o pódio no Desafio Único 2

 

Tiago Vilela e Hugo Negrais conseguiram ir ao pódio na duas corridas do Desafio Único, Categoria 2, que teve o seu início de temporada este fim de semana no Circuito Vasco Sameiro, em Braga.
Foram duas provas distintas, com a equipa de Braga a ser segunda classificada na primeira abordagem à pista, sendo terceira na última corrida, mas com alguma injustiça.
Depois de terem sido os mais rápidos nos treinos livres, na qualificação foram segundos, mas a esperança e motivação para vencer era grande: “O Hugo Negrais arrancou bem e rodou algum tempo na segunda posição, mas a ganhar terreno ao primeiro. Passadas algumas voltas, passou para a liderança e entregou-me o carro nessa posição. No meu turno perdi algum tempo, pois a afinação não era a ideal, e o nosso carro estava parado desde 2011, mas ainda fui segundo”, explicou Tiago Vilela.
Na segunda corrida, as coisas já foram diferentes, pois uma penalização por uma alegada falsa partida, prejudicou uma vitória quase anunciada, pois já estavam na frente destacados: “Fizemos um arranque legal, pois foi comprovado pelas imagens que tenho do meu carro e dos carros que estavam atrás de mim. Depois de já ter uma margem na liderança de quatro ou cinco segundos, tivemos que cumprir um drive-through para meu espanto. Isto comprometeu o resultado aqui e também o campeonato”, explicou Hugo Negrais, naturalmente bastante triste com a injustiça da decisão. O piloto de Braga foi ainda mais longe: “É pena haja pessoas incompetentes, depois de se anunciar qualidade organizativa de nível europeu e até mundial. Depois há colaboradores pouco formados para estas situações. Continua-se a fazer juízos errados na categorias ditas pobres, os feios, poucos e imundos na velocidade. Realmente, se calhar, querem acabar com estas categorias que tem maior número de pilotos a pagar licenças e a movimentar dinheiro. É triste, para quem anda aqui há 20 anos, ser sempre fustigado com estas situações. Agradeço aos nossos patrocinadores o apoio que nos tem dado, pois sem eles não conseguíamos andar aqui”, concluiu.

 

Scroll To Top