Segunda-feira , Maio 29 2017
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Título Ibérico renovado apesar da desistência
Título Ibérico renovado apesar da desistência

Título Ibérico renovado apesar da desistência

A Scuderia Goldentrans/DURA não teve uma prova nada fácil na Baja TT Proença-A-Nova / Mação / Oleiros, com a dupla Alexandre Franco e Rui Franco a registar o primeiro abandono em três anos de competição, assegurando ainda o título Ibérico de Todo o Terreno de 2015.

Com algumas novidades no BMW Série 1 Proto, Alexandre e Rui Franco regressavam á prova que marcou as suas estreias na modalidade e a expectativa era positiva. No entanto, a prova da dupla de Alenquer cedo ficou comprometida, com problemas de sobreaquecimento a afectarem o BMW desde os primeiros quilómetros do prólogo.

Apesar desses problemas, o quarto lugar no final do primeiro dia deixava antever um bom resultado, caso os problemas não voltassem a sugir nos cerca de trezentos quilómetros de sector selectivo do segundo dia de competição.

Com as altas temperaturas a fazerem-se sentir desde bem cedo, Alexandre e Rui Franco encontraram um ritmo de compromisso no primeiro sector selectivo, terminando o mesmo com uma vantagem de cerca de doze minutos para o quinto classificado. O pior viria depois, com o sobreaquecimento do BMW Série 1 Proto a começar ainda mesmo na ligação para o segundo sector, terminando a prova da dupla da Scuderia Goldentrans/DURA a cerca de cem quilómetros do final, quando a barra da direcção cedeu.

Após a prova, o piloto que conta com os apoios da Goldentrans, DURA Automotive Systems, ENI e PR Car dizia que “a sorte continua a não nos acompanhar este ano. Depois de termos testado e de tudo parecer perfeito, partimos confiantes para Proença-a-Nova. O nosso calvário começou logo ao km 5 do Prólogo, com o BMW a aquecer bastante. Essa situação voltou a acontecer na segunda passagem, mas mesmo assim conseguíamos o quarto tempo, o que nos valia uma boa ordem de partida para o segundo dia. No primeiro sector fomos a controlar a temperatura do motor, mas esta teimava em subir muito e chegou mesmo aos 130 graus. Apesar desse problema, terminámos o sector no quarto posto e com uma boa vantagem. No segundo sector os problemas agravaram-se e a km 56 a barra da direcção cedeu, obrigando-nos a desistir. Foi uma pena, pois a forma como a corrida decorreu na segunda metade, o pódio poderia ter acontecido. Ainda assim conseguimos renovar o título ibérico de Todo o Terreno e vamos agora continuar a trabalhar nos nossos objectivos”.

 

 

A próxima prova será a Baja TT Idanha-a-Nova, que terá lugar nos dias 11 e 12 de Setembro.

 

Scroll To Top