Quarta-feira , Agosto 23 2017
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Toni Bou e Diogo Vieira vencem no Mundial de Trial
Toni Bou e Diogo Vieira vencem no Mundial de Trial

Toni Bou e Diogo Vieira vencem no Mundial de Trial

Realizou-se este fim-de-semana em Paços de Ferreira e Santo Tirso a penúltima ronda do campeonato do mundo de trial 2015. Cinco anos depois da última visita deste competitivo campeonato a solo nacional os históricos cenários do Monte de Pilar e as margens do Rio Leça voltaram a receber os melhores pilotos da modalidade numa organização do Moto Clube de Paços de Paços de Ferreira e onde o empenho das edilidades de Paços de Ferreira e Santo Tirso foram essenciais para a realização da prova.

Ao longo dos dois dias de competição os pilotos tiveram que enfrentar, em cada uma das três voltas ao percurso, uma dúzia de zonas que se revelaram acessíveis para os pilotos da categoria rainha – o que tornou a prova difícil de gerir pois qualquer erro significaria pontos de recuperação complicada – com as restantes categorias a sentirem dificuldades maiores com os obstáculos desenhados pela organização.

A duas rondas do final da época o espanhol Toni Bou poderia garantir em Portugal a conquista do seu nono título mundial da especialidade, o que acabou por acontecer pois ao vencer ambos os dias de prova do campeão do mundo colocou o seu nome da galeria de campeões do mundo da especialidade pela nona vez consecutiva.

O espanhol esteve irrepreensível desde os primeiros momentos e no final das 36 zonas de obstáculos do primeiro dia somou apenas três pontos de penalização, mostrando-se à vontade com o terreno seco em alguns obstáculos e a água do rio Leça noutras secções, não perdendo a postura e equilíbrio no granito do Monte de Pilar. Bou derrotou o seu principal rival na luta pelo título, Adam Raga, que fechou o dia inicial em segundo com 7 pontos, sendo o terceiro o igualmente espanhol Jeroni Fajardo mas este já com 26 pontos de penalização acumulados após as três rondas pela dúzia de zonas de obstáculos.

No segundo dia de competição, realizado este Domingo, Toni Bou voltou a ser superior à concorrência e venceu de novo, com apenas seis pontos de penalização, precisamente metade dos averbados por Adam Raga, que com este resultado ficou a mais de 40 pontos de Bou no campeonato para permitir ao piloto da Montesa comemorar antes do fecho do campeonato o nono título mundial. Albert Cabestany foi desta feita o terceiro, num pódio que mais uma vez foi totalmente espanhol, nação que colocou pilotos seus nos cinco primeiros lugares em ambos os dias.

Apenas um piloto português, Diogo Vieira, participou nesta ronda mundialista. O campeão nacional integrou o pelotão da categoria Internacional e esteve em excelente forma ao longo de ambos os dias ao vencer aos comandos da mesma Ossa com que lidera o campeonato 2015. Um resultado brilhante para o piloto do Porto que mostrou o seu nível competitivo face aos adversários estrangeiros, fazendo ouvir o hino nacional no final de ambos os dias de competição.

1º Dia

1º Toni Bou – Montesa com 3 pontos: 2º Adam Raga – Gas Gas com 7; 3º Jeroni Fajardo – Beta com 26; 4º Jaime Busto – Montesa com 36; 5º Albert Cabestany – Sherco com 36

2º Dia

1º Toni Bou – Montesa com 6 pontos; 2º Adam Raga – Gas Gas com 12; 3º Albert Cabestany – Sherco com 24; 4º Jaime Busto – Montesa com 25; 5º Jeroni Fajardo – Beta com 27

Campeonato (após 8 provas)
1º Toni Bou – Montesa com 311 pontos; 2º Adam Raga – Gas Gas com 271; 3º Jeroni Fajardo – Beta com 220; 4º Albert Cabestany – Sherco com 205; 5º Takahisa Fujinami – Montesa com com 181

 

Scroll To Top