Quarta-feira , Outubro 17 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / UM DIA CONSTRUTIVO PARA BREEN E MIKKELSEN
UM DIA CONSTRUTIVO PARA BREEN E MIKKELSEN

UM DIA CONSTRUTIVO PARA BREEN E MIKKELSEN

 As equipas do Citroën Total Abu Dhabi WRT cumpriram os seus objetivos para o segundo dia do Rali de Itália/Sardenha. Craig Breen / Scott Martin rubricaram diversos tempos entre os cinco primeiros enquanto Andreas Mikkelsen / Anders Jæger continuaram a melhorar no C3 WRC.

  • O parque de assistência de Alghero fervilhava de atividade ainda antes do nascer do solo, com os primeiro concorrentes a chegar pelas 5h00 da manhã. Os C3 WRC alinhados à partida para este segundo dia do tinham ao volante Andreas Mikkelsen, nono da geral, e Craig Breen, que voltou à prova em Rali 2.
  • Integrando as longas especiais de Monti di Ala’ e de Monte Lerno, esta etapa prometia ser a mais dura para pilotos, navegadores, carros e pneus.
  • Segundo na estrada, Andreas Mikkelsen teve a ingrata “tarefa” de limpar as especiais da poeira e gravilha acumuladas, um problema que “sobra” sempre para os primeiros a partir em todas as provas disputadas em piso de terra. Numa tentativa de compensar a sua posição pouco invejável, o norueguês fez a primeira passagem com pneus Michlein LTX Force de mistura macia. Durante a manhã, Mikkelsen testou diversas afinações no carro, mas perdeu dois minutos devido a um furo em Monte Lerno (ES12) .
  • A manhã de Craig Breen arrancou bem, rubricando o terceiro melhor tempo em Coiluna-Loelle (ES10. Depois, acabou por descer na classificação e juntar-se ao pelotão devido aos problemas de comportamento do seu carro.
  • Após a assistência intermédia, as duplas da Citroën arrancaram com os C3 WRC equipados com pneus de mistura dura.
  • Craig Breen voltou a mostrar uma boa performance em Coiluna-Loelle: na segunda passagen, o irlandês foi o segundo mais rápido, a apenas um segundo do tempo do vencedor da especial!
  • A pouca sorte de Andreas Mikkelsen voltou a assombrar o piloto, que teve de cumprir a especial apenas com tração traseira devido a um problema no diferencial dianteiro. Contudo, o noruguês manteve uma atitude positiva e mostrou satisfação por ter progredido na sua percepção do C3 WRC.
  • Amanhã corre-se a terceira última etapa do Rali de Itália/Sardenha, constituída apenas quatro especiais que serão cumpridas sem paragem para assistência.

 

 

 

 

 

O QUE ELES DISSERAM

ANDREAS MIKKELSEN: “Está tudo cada vez melhor! Após o primeiro, em que praticamente apenas serviu para começar o conhecer o C3 WRC, cheguei à conclusão de que tinha de manter o meu estilo de condução – que eu sei que é eficaz – e trabalhar mais nas afinações do carro. Foi com o que fizemos hoje, com muitas afinações diferentes entre cada especial. É muito difícil fazer isto durante um rali, pois apenas tínhamos a assistência intermédia para introduzir as alteraçãoes mais significativas. Mas o principal é que vamos no caminho certo.”

 

CRAIG BREEN: “Ficou claro que preparámos bem as coisas para a primeira especial da jornada. Isso permitiu-me ter um bom desempenho, o que não aconteceu nas outras duas especiais, em que tive grandes dificuldades. Ainda não sabemos o que aconteceu, mas vive momentos bem intensos durante essas especiais. Independentemento do que seja o problema, a verdade é que conseguimos terminar a etapa e acumular mais alguma experiência. Amanhã vamos tentar fazer a mesma coisa.”

RALI RALI DE ITÁLIA / SARDENHA  2017
CLASSIFICAÇÃO GERAL (provisória) – DIA 3

  1. Tanak / Jarveoja (Ford Fiesta WRC) 2:56:37.3
  2. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +24.3
    3. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) 1:02.2
  3. Lappi / Ferm (Toyota Yaris WRC) 2:10.8
  4. Hanninen / Lindstrom (Toyota Yaris WRC) +2:42.1
  5. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) 3:26.1
    7. Østberg / Floene (Ford Fiesta WRC) 3:56.0
    8. Mikkelsen / Jaeger (Citroen C3 WRC) +7:47.6

… Breen / Martin (Citroen C3 WRC) +44:09.3

 

Scroll To Top